Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > ALAGOANO

No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão

Gol do Galo foi de Anselmo Ramon, enquanto o Azulão fez o dele com Werley, um em cada tempo

O CSA se deu bem no primeiro embate do ano com o maior rival, CRB, pelo Campeonato Alagoano, quando venceu por 1 a 0. E,
pouco mais de uma semana depois, as duas equipes voltaram a se enfrentar, em duelo neste domingo (13), e ninguém foi de ninguém. Isso porque o confronto ficou no empate por 1 a 1. Os gols do jogo foram de Anselmo Ramon, pelo Galo, e de Werley, pelo Azulão, um em cada tempo.

Se serve de consolo para o CRB, no entanto, vale registrar que quem viu um Galo apático, sem saber o que fazer com a bola dentro de campo, em jogos passados, como no primeiro clássico, por exemplo, pode esquecer! O time regatiano que entrou em campo neste domingo (13) atuou de forma completamente diferente, com uma outra postura, bem melhor, mais organizado e com vontade.

Outro detalhe do Galo é que teve a estreia de seu novo técnico - nem tão novo assim -, Marcelo Cabo, que está de volta ao clube, após a saída de Allan Aal, e chegou na última sexta-feira (11). Cabo já deu outra cara ao seu time. Veja o Tempo Real!

Este segundo Clássico das Multidões foi válido, desta vez, pela 4ª rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste, também sendo disputado no Rei Pelé. Como o mando de campo era do CRB, somente a torcida regatiana compareceu ao estádio.

E, com este resultado, o Azulão segue na vice-liderança do Grupo A, agora com 7 pontos, no torneio regional. Enquanto isso, o Galo sobe para o 3º lugar no Grupo B, com 5 pontos.

Artigos Relacionados

Pelo Nordestão, as duas equipes voltam a campo já no meio da semana, pela 5ª rodada. Enquanto o CSA entra em campo na quarta-feira (16), contra o Bahia, na Arena Fonte Nova, em Salvador, às 19h30, o CRB vai receber o Globo, time de Ceará-Mirim-RN, na quinta (17), no Rei Pelé, também às 19h30.

Já pelo Alagoano, o Azulão visitará o ASA, no sábado (26), no Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca, às 17 horas. Por sua vez, o time regatiano vai visitar o Jaciobá, também no Coaracy da Mata, dois dias antes, na quinta (24), às 20 horas. Os duelos serão pela 4ª rodada do Estadual.

Etapa inicial


				
					No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão
Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas

O jogo começou com bastante disposição de ambos os lados, mas o CSA tinha mais posse de bola. Aos 4 minutos, veio um escanteio para o CRB. Na cobrança de Diego Torres, Rafael Longuine mandou a pelota na área azulina e Geovane tirou o perigo. Aos 6min, quase o Galo abriu o placar, quando chegou com perigo. Marcinho foi à linha de fundo, cruzou, Wellington tentou fazer o corte e quase mandou para a própria rede, mas ela acabou indo para fora.

Chegando aos 10 minutos, o jogo era bom e bem movimentado, com os dois times procurando o jogo, com vontade de vencer. Aos 11min, em chute de Rodrigo Rodrigues, cruzado e da intermediária, a bola passou por toda a extensção e foi para fora, em tiro de meta. Nesse período de bola rolando, Cedric, do CSA, sentiu o tornozelo direito e teve que ser substituído por Lucas Marques, uma substituição forçada do técnico Mozart.

Nesse momento do jogo, o CRB era melhor, tinha mais velocidade e dificultava as ações no meio-campo do CSA, que já foi melhor no início da partida. Aos 18 minutos, o CRB teve uma falta em seu favor. Na cobrança, Diego Torres cruzou e Wellington cortou. Era o Galo insistindo em cima do Azulão, que tinha dificuldades na marcação do adversário.

Passando dos 20 minutos, mais precisamente aos 25', Diogo Silva vacilou, se enrolou todo e Rodrigo Rodrigues, do Azulão, tomou a bola do arqueiro e bateu cruzado, voltando, mas viu a pelota passar pertinho, tirando tinta da trave. Quase que o CSA fez o primeiro gol do jogo, tinha mais qualidade ofensiva, mas não acertava o pé na hora de finalizar. E a partida passava dos 30 minutos. Aos 34' outra falta em favor do CRB. Diego Torres cobrou, Romão tocou, mas para trás e não sobrou para ninguém, indo para fora.

O clássico era muito movimentado, com muita vontade por parte dos jogadores dos dois times, e estava equilibrado, faltando apenas o gol. Aos 38min, Lucas Barcelos, com a bola na área do CRB, chutou prensado e a ela quase encobriu o goleiro Diogo Silva, que se esticou todo, deu um tapa, para fazer uma bela defesa, evitando o gol azulino.


				
					No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão
Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas

Passando dos 40 minutos, o CSA era ligeiramente melhor, tinha mais domínio da posse de bola e dinamizava a partida. Já o CRB fazia faltas desnecessárias ao tentar roubar a bola, pois o Azulão era mais perigoso. O árbitro decretou 3 minutos de acréscimos e até esse momento o placar de zero a zero até que era justo. Aos 47', em cobrança de falta perigosa para o CRB, Diego Torres bateu em cima da barreira, sobrou para Romão e ele bateu, mas para fora.

E quando o duelo se encaminhava para o minuto final, veio a ducha fria em cima do CSA: o gol do CRB. Aos 48min, Werley deu bobeira, jogou errado, Marthã acionou Anselmo Ramon e ele só fez bater forte para abrir o placar no Rei Pelé: 1 a 0. Depois do gol regatiano, houve uma confusão entre jogadores e comissões técnicas de CRB e CSA, trocando empurrões à saída do campo. Resultado: os dois auxiliares técnicos Gabriel Cabo e Denis Iwamura, de CRB e CSA, respectivamente, foram expulsos.

Etapa final


				
					No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão
Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas

No segundo tempo, o jogo passava um pouco dos 5 minutos e o que se via era que o CRB tinha adiantado a marcação e dificultava o jogo tático do CSA que, a essa altura, ainda não tinha conseguido atacar com perigo. Com a desvantagem no placar, o CSA passou a tomar mais iniciativa, tentando buscar o empate. Aos 10min, quando Rodrigo Rodrigues recebeu a bola na ponta direita do CSA, tentou achar Marco Túlio na segunda trave, mas o cruzamento foi com muita força e ela se perdeu pelo outro lado.

Só que, aos 14 minutos, veio o gol de empate. Werley, camisa 3 do Azulão, pegou o rebote de Diogo Silva, no poste esquerdo, após finalização de Lucas Barcelos, e empurrou para o fundo da rede, deixando tudo igual no Rei Pelé: 1 a 1.


				
					No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão
Zagueiro Werley marcou o gol de empate do CSA no Clássico. Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas

O CSA se animou depois que fez o gol de empate. Aos 23min, em cobrança de falta do time de Mozart Santos, Gabriel pegou uma boa distância, mas chutou forte e mandou para longe. Um minuto depois, o CRB teve um escanteio, Diego Torres cobrou, o zagueiro Gum ainda tentou de cabeça, mas o goleiro Marcelo Carné defendeu, encaixando a pelota.

O Azulão promoveu a estreia do atacante Osvaldo. Aos 25 minutos, em sua primeira chegada, ele recebeu dentro da área do CRB, bate com a canhota e viu a bola ir para fora, sem perigo. O jogo passava dos 30 minutos, o CRB lutava pelo segundo gol. Mesmo com dificuldades, o Galo tinha a esperança de vencer a partida. Aos 33', Quase veio a virada do CSA. Rodrigo Rodrigues driblou Reginaldo, mas foi impedido de finalizar por Gum, na hora H.

Chegava aos 45 minutos e, por enquanto, o jogo seguia empatado, prometendo nos minutos finais muitas emoções. No entanto, o árbitro deu 4 minutos de acréscimos e o Clássico das Multidões, o segundo deste ano, foi encerrado mesmo com o empate por 1 a 1, após o apito final do árbitro, aos 49 minutos.


				
					No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão
No 2º Tempo o jogo foi de igual para igual também. Ailton Cruz

Ficha Técnica

CRB - Diogo Silva; Reginaldo, Gum, Gilvan e Guilherme Romão; Claudinei, Marthã (Jean Patrick), Rafael Longuine (Gustavo Apis) e Diego Torres (Richard); Marcinho (Maycon) e Anselmo Ramon (Nicolas Careca). Técnico: Marcelo Cabo.

CSA - Marcelo Carné; Cedric (Lucas Marques), Werley, Wellington e Ernandes; Geovane, Luiz Henrique (Giva) e Gabriel; Marco Túlio (Didira), Lucas Barcelos (Osvaldo) e Rodrigo Rodrigues (Dalberto). Técnico: Mozart Santos.

Árbitro - Caio Max Augusto Vieira (CBF-RN).

Assistentes - Lorival Cândido das Flores (CBF-RN) e Luis Carlos de França Costa (CBF-RN).

Quarto árbitro - Márcio dos Santos Oliveira (CBF-AL).

  • No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão
    |
  • Jogadores perfilados para o segundo clássico do ano, que aconteceu no último domingo (13)
    Jogadores perfilados para o segundo clássico do ano, que aconteceu no último domingo (13) |
  • No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão
    |
  • No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão
    |
  • No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão
    |
  • Diferentemente das outras edições, em 2022, Regatas e o Azulão não vão disputar o título do Estadual
    Diferentemente das outras edições, em 2022, Regatas e o Azulão não vão disputar o título do Estadual |
  • No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão
    |
  • No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão
    |
  • Mozart disse que o erro no lance do gol do CRB é um tipo de jogada que será corrigida
    Mozart disse que o erro no lance do gol do CRB é um tipo de jogada que será corrigida |
  • No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão
    |
  • No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão
    |
  • No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão
    |
  • No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão
    |
  • No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão
    |
  • No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão
    |
  • No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão
    |
  • Anselmo Ramon comemora gol do CRB contra o CSA, na rodada 5 da Copa do Nordeste
    Anselmo Ramon comemora gol do CRB contra o CSA, na rodada 5 da Copa do Nordeste |
  • No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão
    |
  • Zagueiro Werley marcou o gol de empate do CSA no Clássico
    Zagueiro Werley marcou o gol de empate do CSA no Clássico |
  • No segundo clássico do ano, CRB e CSA ficam no empate por 1 a 1, pelo Nordestão
    |

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas