Mulher cai em golpe do 'chupa-cabra' e perde R$ 3.500 da conta bancária

Fato aconteceu no último domingo (18), na agência da Caixa Econômica Federal, no bairro de Cruz das Almas

Uma mulher de 38 anos caiu no golpe do 'chupa-cabra', em Maceió, e perdeu R$ 3.500 da conta bancária, sacados por um grupo criminoso. O fato aconteceu no último domingo (18), na agência da Caixa Econômica Federal, no bairro de Cruz das Almas.

De acordo com a polícia, a vítima pediu ajuda aos falsos ajudadores no banco após o cartão ficar preso no caixa eletrônico. A polícia, agora, tenta localizar os suspeitos.

O golpe ocorreu por volta das 14h15 e está sendo investigado pelo delegado Robervaldo Davino, do 6º Distrito da Capital, que aconselha a clientes de bancos a nunca pedir ajuda no período da noite ou nos feriados e fins de semana quando acontecer de o cartão ficar preso. Nesses dias, as agências não têm funcionários.

O golpe consiste na instalação de dispositivos chamados "chupa-cabras" nos terminais eletrônicos. Os criminosos sobrepõem por meio de fita adesiva dupla-face um falso mecanismo de entrada do cartão magnético, com o intuito de copiar a trilha do cartão, além de uma microcâmera próximo ao teclado que tem a capacidade de gravar a senha da vítima.

Em alguns casos, eles colocam um telefone que diz ser do banco e, do outro lado da linha, está um dos integrantes do grupo criminoso. A pessoa que oferece ajuda induz a vítima a ligar para aquele telefone.

“Eles dizem que, para resolver o problema, precisam da senha do cartão e, acreditando ser alguém do banco, a vítima a fornece. Por meio do dispositivo instalado, eles conseguem pegar o cartão e fazer os saques”, conclui o delegado.

Foi esse o caso do golpe aplicado no domingo, na agência da Caixa, de Cruz das Almas.

*com PC/AL