Arma de PM morto em Pernambuco é recuperada e será devolvida a Alagoas

Polícia recuperou a arma .40 que foi levada do soldado Johnson Bulhões pelo autor do homicídio

A arma que estava com Johnson Bulhões da Rosa Silva, de 27 anos, soldado da Polícia Militar de Alagoas (PM/AL), que foi assassinado na última sexta-feira (20) em Porto de Galinhas, no interior de Pernambuco, foi recuperada pela Polícia Militar pernambucana. De modelo .40, a arma será devolvida para a corporação em Alagoas.
Segundo o comandante do Batalhão de Polícia Rodoviária de Alagoas (BPRv), tenente-coronel Eduardo Liziário, ainda não há informações sobre a circunstância em que a arma foi encontrada. Ambos os suspeitos pela morte, identificados como Moreira e "Cabelão", foram detidos em PE.
"Foi recuperada desde o dia de ontem [domingo]. Já estamos resolvendo os trâmites para irmos buscá-la de volta à corporação", afirmou o coronel.
Imagens da câmera de segurança de um estabelecimento comercial próximo de onde Bulhões foi morto mostram o momento em que Moreira se aproxima dele e dispara antes que o PM pudesse reagir. Com o soldado no chão, o criminoso se aproxima e toma sua arma.
"Cabelão", segundo a polícia pernambucana, estava mantendo a moto funcionando próximo ao local da ação, para facilitar a fuga.