MPAL se reúne com prefeitura para discutir plano de vacinação contra Covid-19

Promotor afirmou que instituição cumprirá seu papel de fiscalização e pediu maiores detalhes do plano

O Ministério Público de Alagoas (MPAL) e o Secretário Municipal de Saúde (SMS) de Maceió, Pedro Madeiro, estiveram reunidos, nesta segunda-feira (11), para tratar sobre o plano de vacinação contra a Covid-19 na capital alagoana. O promotor Paulo Henrique Carvalho Prado disse que requereu à secretaria informações e documentos oficiais sobre o planejamento.
"É um momento delicado e que requer todas as observâncias, para tanto há a necessidade de acompanharmos quais as medidas serão adotadas pela Secretaria Municipal de Maceió no plano operacional da vacinação contra a Covid-19. Hoje nos reunimos com o secretário para tornar claro que o Ministério Público fiscalizará tudo, cobrando sempre que seja executado o considerado seguro para a população", declara o promotor.
Com a divulgação do Plano Nacional de Operacionalização da vacinação contra a Covid-19, Paulo Henrique pediu os detalhes de como o planejamento será aplicado à realidade alagoana. A SMS já havia divulgado detalhes de seu plano, como a criação de uma plataforma on-line para registro dos maceioenses e o número de locais de vacinação disponibilizados até o momento.
No encontro, também foi discutido sobre a carência de profissionais de saúde, a cobertura da estratégia da saúde da família, licitações de medicamentos e insumos e melhoria estrutural das unidades básicas de saúde.
Pedro Madeiro apresentou soluções para cada ponto abordado na reunião e garantiu que irá cobrar máxima eficiência de todos os servidores da pasta, que serão orientados a trabalhar de forma humanizada e prezando pela economicidade.
"Iremos otimizar fluxos processuais e prezar pela economia para que possamos investir mais nas ações em saúde, sem esquecer que trabalhamos para pessoas e com pessoas: o lado humano deve ser priorizado e será um norteador em nossas decisões", destacou o secretário.