Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > MACEIÓ

Jovem suspeita de envenenar namorado alega inocência e diz que fugiu por medo

A namorada entrou em contato com a polícia nesta segunda e deverá prestar depoimento na próxima quinta (22)

A namorada do jovem que sofreu uma tentativa de homicídio por envenenamento na última quinta-feira (16), no conjunto habitacional Benedito Bentes, em Maceió, entrou em contato com a polícia nesta segunda (19) e negou que tenha praticado o crime. A informação foi confirmada pela delegada responsável pelo caso, Maria Tereza Ramos, titular do 8º DP.

A jovem de 19 anos, que não teve a identidade divulgada, é considerada a principal suspeita do crime e deverá prestar depoimento na próxima quinta-feira (22), logo depois de os familiares da vítima conversarem com a delegada.

Leia também

Mãe, irmãs e amigos de Rafael José Calheiros dos Santos, de 21 anos, serão ouvidos na quarta-feira (21), quando a polícia dará início à oitiva dos depoimentos sobre o caso.

Segundo a delegada Maria Tereza, o contato com a polícia foi feito pela própria jovem, que se disse inocente de todas as acusações. Em sua defesa, a namorada afirmou que não estava na casa do jovem quando ele passou mal e que só ficou sabendo do que tinha acontecido quando ele foi internado. A suspeita esclareceu que, por medo, fugiu após tomar conhecimento de que o namorado havia sido hospitalizado.

"Ela disse que está na casa de familiares e que fugiu depois de um conselho da mãe, temendo represálias por parte dos familiares do Rafael", informou a delegada.

Caso a jovem não se apresente na próxima quinta, a polícia deverá pedir a prisão preventiva. A família de Rafael acusa a ex-namorada de ter misturado o veneno que, geralmente, é comprado para matar ratos em um pó que o rapaz usava para preparar shakes. A mãe dele chegou a dizer à polícia que o casal teria brigado dias antes do crime.

Rafael continua internado no Hospital Geral do Estado (HGE), para onde foi levado na última sexta-feira. A delegada Maria Tereza informou que já solicitou o parecer médico do hospital sobre o quadro de saúde da vítima. Segundo o último boletim médico, divulgado nesse domingo (18), o estado de saúde dele é estável, mas ainda inspira cuidados.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas