Desportivo Aliança e Jaciobá duelam pelo Alagoano, na luta contra o Z4

Duelo decisivo começa às 17h; vice-lanterna, JAC se salva com um empate, enquanto só a vitória interessa ao Tricolor, último colocado

A última rodada da primeira fase do Alagoano 2022 acontece neste sábado (12). Dentre as disputas que iniciam às 17h, Desportivo Aliança e Jaciobá duelam no Rei Pelé, em Maceió, para decidir quem vai ficar na elite do Estadual em 2023. Uma das equipes será rebaixada, conforme o regulamento. Sétimo colocado, portanto, vice-lanterna, com quatro pontos, o Azulão do Sertão vai em busca da vitória, mas já se salva com um empate.

Por outro lado, o Tricolor, com apenas três pontos, necessita da vitória para evitar o vexame. O rendimento dos clubes faz jus à situação de ambos no torneio. Em suma, são as duas piores campanhas, que somam saldo negativo de 20 tentos, com 28 gols sofridos, apenas sete marcados e somente sete pontos no total, com rendimento não ultrapassando os 40%.

Cenário

A última rodada para eles foi bem contraditória, com dois resultados inesperados, considerando o que ambos fizeram no torneio, até então. Dentro das suas limitações, o Jaciobá surpreendeu o Cruzeiro-AL, em pleno Municipal de Arapiraca, ao vencer por 2 a 0. Caranguejo anotou os tentos da primeira vitória do time sertanejo, que dormiu fora da zona de rebaixamento.

Por sua vez, o Desportivo Aliança, que tinha sido empurrado para o Z4 com o triunfo do JAC, recebeu o Murici no Estádio da UFAL, precisando de uma simples vitória para recuperar a 7ª colocação. Contudo, o Tricolor não conseguiu vencer a retranca da Verdão, perdeu chances, amargou o 0 a 0 e deixou de entrar em campo pela rodada 7 menos pressionado.

Jaciobá

Em seis duelos no Alagoano, o JAC obteve quatro derrotas, sendo três goleadas seguidas, uma vitória e um empate. Assim, nas três partidas e na 5ª rodada perdeu para ASA e CSA, por 5 a 0, para CSE, por 6 a 0, e para o Murici, por 3 a 0. Em contrapartida, na condição de mandante, empatou heroicamente contra o CRB e venceu o Cruzeiro, como já mencionado.

Em razão do péssimo início de ano, já passaram pelo clube os treinadores Rogério China e Toninho Cobra. Atualmente, o auxiliar Distéfano Brandão comanda o elenco do município de Pão de Açúcar. Apesar das dificuldades, o grupo está confiante na vitória neste sábado, após melhorar na Copa Alagoas.

Assim, Brandão deve escalar o que tem de melhor. Um provável Jaciobá tem: Luigy; Ozealisson, João Marcos, Leonardo e Álvaro; Michel Jordan e Rudnei; Luiz, Rafel e Wesley.

Desportivo Aliança

Nessa quinta (10), a equipe completou 10 anos de história e ainda busca seu 1º título. Em 2022, o objetivo não será alcançado. A meta é permanecer na elite para melhorar o elenco na próxima temporada. No Estadual, por mais que possa parecer estranho, mesmo não tendo ainda vencido, o Tricolor possui um time mais qualificado em relação ao Jaciobá.

Além do derradeiro jogo contra o Murici, os outros empates que explicam os três pontos, vieram contra CSE e ASA, por 1 a 1, nas rodadas 3 e 4, adversários que estão brigando na parte de cima da tabela de classificação. Já as baixas foram para CSA (3 a 1), Cruzeiro (1 a 0) e CRB (2 a 0).

Vencer agora é a única opção para Rommel Vieira e Cia. A responsabilidade de não cair para a Segundona deve ficar com: Flávio; Willames, Jean, Henrique e Adriel; Léo, Vam Baster e Felipe André; Jonathan, Pilar e Bebel. Além deles, Luciano e Ferrugem são opções importantes no ataque e podem entrar ao longo da partida.

Arbitragem

Rafael Carlos Salgueiro (CBF) vai apitar a partida, junto dos assistentes Maxwell Rocha da Silva (CBF) e Ruan Luiz de Barros (CBF). Alisson Kayke Gomes fica como quarto árbitro.