CRB perde para o Criciúma e continua amargando a lanterna da Série B: 3 a 0

Galo apresentou um futebol bisonho, não conseguiu superar o time catarinense e segue com apenas 4 pontos na competição

Em partida na manhã deste sábado (14), às 11 horas, o CRB se deu mal, novamente, nesta Série B do Brasileiro. Com um futebol desastroso, perdeu mais uma, desta vez para o Criciúma, por 3 a 0, em duelo disputado no Estádio Heriberto Hülse, em Santa Catarina. O confronto foi válido pela 7ª rodada, que foi aberta nessa sexta-feira (13).

Com esta derrota, o Galo não conseguiu dar uma virada de página na competição, pois segue na lanterna. O placar do confronto, em favor do Tigre, foi decretado com gols de Thiago Alagoano, no primeiro tempo; Rômulo e Hygor, ambos na segunda etapa. Clique aqui para ver o Tempo Real

E com este resultado, com apenas 4 pontos, o CRB ocupa a última posição da competição; por sua vez, o Criciúma passa a somar 9 pontos, ocupando a 8ª colocação na tabela. Vale lembrar que o time catarinense tinha apenas uma vitória e ainda não tinha conseguido convencer seus torcedores, enquanto o Galo buscava o segundo triunfo consecutivo - e o primeiro fora de casa, mas não deu.

O próximo embate do time regatiano será na quarta-feira (18), contra o Londrina, desta vez em casa, às 21h30, no Estádio Rei Pelé. E o Tigre vai visitar o Grêmio, na quinta-feira (19), na Arena do Grêmio, às 19 horas.

Momento de Criciúma x CRB, jogo em que o Galo não conseguiu a vitória - Foto: Assessoria Criciúma

1º Tempo

O CRB começou o jogo partindo para as jogadas de ataque. Em boa troca de passes, houve um deles em profundidade para Richard, mas o assistente marcou impedimento porque o jogador regatiano estava muito à frente. Aos 4 minutos, em cobrança de falta para o Galo, a bola foi levantada na área, mas ninguém conseguiu finalizar e foi em tiro de meta.

Passando dos 5 minutos, o CRB era melhor na partida e marcava bem o Criciúma, dificultando a saída de bola do adversário. O jogo chegava aos 15 minutos e ainda não tinha surgido nenhuma chance de perigo para as equipes. O Tigre trocava passes próximo da área do Galo, em busca de brechas na marcação para poder finalizar. E o duelo não saía do zero.

Aos 17 minutos, finalmente, o primeiro chute do CRB para o gol e foi de Maicon, mas a jogada deu em nada, pois a bola passou ao lado direito da meta de Gustavo . O jogo era equilibrado, mas o Galo era um pouco melhor. Mesmo assim, quem abriu o placar foi o Tigre, com um gol de um alagoano, que é natural de Delmiro Gouveia. Aos 19 minutos, Claudinho cruzou rasteiro na área e Fellipe Mateus só fez escorar para Thiago Alagoano mandar para o fundo da rede: 1 a 0.

O Galo não esperava esse gol, pois estava melhor em campo e foi surpreendido, com essa "ducha de água fria", na primeira finalização do time catarinense. Agora, tinha que correr para fugir do prejuízo e tentar ao menos o gol de empate. Foi para cima do adversário e, aos 25 minutos, levou perigo ao Tigre, quando Guilherme Romão finalizou rasteiro da entrada da área, mas viu Gustavo defender e segurar a redonda.

Aos 28', foi o Criciúma que levou perigo, quando Rodrigo arriscou de fora da área, mas a redonda passou longe do gol de Diogo Silva, por cima da trave. E assim o jogo se encaminhava para os 35 minutos. O CRB trocava passes no meio e tentava chegar à área do adversário, mas sem sucesso. Com isso, dava espaços para o Criciúma armar os contra-ataques.

Aos 38 minutos, o Criciúma chegou com perigo, com Léo Costa mandando uma bomba, de fora da área, mas Diogo Silva espalmou, evitando o segundo do gol do time de Santa Catarina. O Galo não conseguia ser agressivo, não finalizava, Gabriel Conceição deixava a desejar e, por isso, o time de Marcelo Cabo não tinha saído do zero.

A partida chegava ao final em sua 1ª etapa e o Criciúma levou perigo duas vezes. Em uma delas, aos 43 minutos, Tiago Marques recebeu a bola na boa, finalizou de voleio, mas Diogo Silva defendeu milagrosamente e salvou o CRB. O árbitro decretou 3 minutos de acréscimos e, aos 46min, quem levou perigo foi o Regatas. Após cobrança de falta de Guilherme Romão, Gum mandou uma cabeçada forte, mas o goleiro Gustavo fez a boa defesa, evitando o gol de empate. E, aos 48 minutos o árbitro ele encerrou o primeiro tempo, com o Criciúma à frente no placar: 1 a 0.

Jogadores do Criciúma comemoram mais um gol sobre o CRB - Foto: Reprodução/Instagram Criciúma

2º Tempo

O CRB voltou para o segundo tempo com duas mudanças entre os titulares, entre elas, a entrada de Vico no lugar de Gabriel Conceição, este que não estava rendendo bem em campo. Passando dos 5 minutos, o duelo era tranquilo, sem muitas emoções por parte das duas equipes.

O Criciúma também tinha feito uma alteração no time e foi justamente o jogador que entrou nesse 2º tempo que ampliou o placar: Rômulo. Aos 12 minutos, Rafael Bilu finalizou forte, Diogo Silva espalmou, Rômulo apareceu bem na área e, no rebote, só fez guardar a pelota no fundo da rede: 2 a 0.

O jogo se aproximava dos 20 minutos e o ataque do Criciúma seguia "brincando como queria" na área do Galo, que se segurava enquanto podia, graças às boas defesas de Diogo Silva, que salvava o seu time de levar uma goleada. Enquanto isso, a torcida do Criciúma cantava nas arquibancadas do Heriberto Hülse, satisfeita com a vitória parcial de sua equipe.

Chegando aos 22 minutos o que se via era pressão do Galo, que tentava ir ao ataque, e o Criciúma se postava todo recuado. A partir de então, os times passaram a ter várias alterações. Mas tais alterações do Galo, que seguia todo no ataque, não surtiram efeito e eis que, nos contra-ataques, quem balançou mesmo a rede foi o Criciúma. Aos 30min, Lucas Xavier tocou a bola rasteira para o atacante Hygor, que tinha acabado de entrar, bem posicionado na área, mandar para o fundo do gol: 3 a 0.

Perdido em campo, o CRB não conseguia se encontrar, girava a bola e parecia não se encontrar, sem saber o que fazer com a redonda. E o duelo se encaminhava para os 40 minutos, com o time regatiano trabalhando a bola no meio de campo. Aos 41 minutos, Fellipe Mateus finalizou de fora da área, a bola resvalou em Gum e saiu, em escanteio para o Criciúma.

Aos 42 minutos, em tentativa do Galo, Fabinho chutou para o gol, mas Gustavo caiu e fez a defesa, sem maiores problemas. Detalhe: caso conseguisse a vitória, o CRB sairia, temporariamente, da amarga lanterna. Mas não deu, sofreu 3 gols, não fez nenhum e leva a derrota na bagagem para Maceió. O duelo chegou aos 45 minutos, o árbitro acrescentou 5 minutos à etapa final e, aos 50 minutos, ela foi encerrada.

Eis a festa dos jogadores do time catarinense! - Foto: Reprodução/Twitter Criciúma

Ficha Técnica

Criciúma - Gustavo; Claudinho (Cristovam), Rodrigo, Rayan e Marcelo Hermes; Léo Costa, Arilson (Rômulo) e Thiago Alagoano (Caio Dantas); Tiago Marques (Hygor), Rafael Bilu (Lucas Xavier) e Fellipe Mateus. Técnico: Cláudio Tencati.

CRB - Diogo Silva; Raul Prata (Reginaldo), Gum, Gilvan e Guilherme Romão (Bryan); Claudinei, Yago (Uillian Correia) e Maicon; Richard (Willie), Fabinho e Gabriel Conceição (Vico). Técnico: Marcelo Cabo.

Árbitro - Jean Pierre Gonçalves Lima (CBF/RS).

Assistentes - Leirson Peng Martins (CBF/RS) e Lúcio Beiersdorf Flor (RS/CBF).

Quarto árbitro - Diego da Costa Cidral (CBF/SC).

VAR - Adriano Milczvski (CBF/PR).

Assistente do VAR - Luciano Roggenbaum (CBF/PR).