Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

Com dois gols em cinco jogos, ataque do CSA vira dor de cabeça para o técnico Mozart

Última vez que o Azulão marcou mais de um gol em uma partida foi no dia 14 de agosto, contra o Coritiba

Na última terça (7), o CSA sofreu mais um revés na Série B, desta vez perdeu por 1 a 0 para o Guarani. Foi apenas o segundo jogo desde o retorno de Mozart, porém, um problema antigo tem atormentado o treinador: o ataque. Nas últimas cinco partidas, o Azulão do Mutange só balançou a rede em duas oportunidades (contra Brasil e Vila Nova). Esse fraco desempenho ofensivo coloca o time alagoano com o 8º pior ataque, com 21 gols marcados.

Na última partida, contra o Guarani, houve uma amostragem do desempenho ofensivo. Foram 12 finalizações, mas apenas três na direção do gol do Bugre, um aproveitamento de apenas 25%. Já contra o Vila, partida em que fez seu último gol, foram necessárias 15 finalizações, mas apenas cinco no gol goiano.

Leia também

Um dos fatores que podem explicar o baixo desempenho neste início de trabalho é a mudança nas peças ofensivas. Contra o Sampaio, último jogo de Ney Franco, o treinador apostou em Dellatorre e Iury Castilho, com Gabriel suprindo uma função de atacante. Já Mozart, opta por um 4-3-3, onde Dellatorre (substituído por Bruno Mota) e Iury Castilho fazem o trio de ataque com Marco Túlio.

Nesta Série B, dos 21 gols azulinos marcados, apenas 11 foram de atacantes do atual elenco. Sendo quatro de Iury Castilho, três de Dellatorre, um de Marco Túlio, de Marquinhos, de Bruno Mota e de Reinaldo. Os artilheiros do CSA na Série B são justamente Castilho e o meia Gabriel, com quatro gols cada.


				
					Com dois gols em cinco jogos, ataque do CSA vira dor de cabeça para o técnico Mozart
Iury Castilho, com quatro gols, é o artilheiro do Azulão na Série B. Ailton Cruz

Com 21 gols em 23 partidas realizadas, o CSA tem média inferior a um gol por jogo, com 0,9. Segundo o site de estatísticas Footstats, o Azulão é o quinto pior em finalizações certas no campeonato, sendo apenas 85, contra 157 erradas. Esses números dão uma média de apenas 3,7 finalizações no gol, por jogo.

Outro número relevante é que o Azulão só marcou mais de um gol em sete oportunidades. No início da Segundona, entre as rodadas 1 e 5, por coincidência, contra os mesmos adversários do momento (com exceção do Londrina), o Azulão também marcou apenas dois gols em cinco partidas.

Mozart, agora, terá a oportunidade de ajustar o seu ataque para a sequência da Série B. O clube é o lanterna do returno com apenas um ponto conquistado. Como o próximo duelo, contra o Londrina, só acontece no dia 18, o treinador azulino tem mais de uma semana para trabalhar. Com o desfalque de Dellatorre, o técnico tem Bruno Mota e Nilson como opções. Dudu Beberibe também pode ganhar oportunidade, caso se recupere de lesão.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas

X