Superintendente do CSA garante campos do novo CT para 15 de dezembro

Com a entrega de três campos, Azulão pode iniciar sua pré-temporada na nova casa a partir do próximo mês

O CSA está passando por dias ociosos e ainda é lento na formação do elenco para a próxima temporada. Contudo, ainda existem assuntos a serem tratados para este ano, como a entrega do novo Centro de Treinamentos, prevista para o mês de dezembro. Com a aproximação do fim de ano e algumas confusões nos bastidores, os torcedores ficam na dúvida. Porém, o superintendente administrativo do clube, Gilson Romeiro, garantiu a entrega de três campos no próximo dia 15.

A entrega segue um prazo estipulado, já que o Azulão não deverá utilizar as estruturas do CT Nelson Peixoto Feijó no próximo ano. Com isso, a entrega vem no momento certo, principalmente para iniciar a pré-temporada, prevista para o segundo semestre de dezembro.

Gilson Romeiro atualizou como estão as obras de construção da futura casa azulina. O clube deve se mudar para o novo Centro de Treinamentos no mês de dezembro e alguns setores estão em fase final.

"Centro administrativo, 95% pronto. Futebol, academia, alojamento, cozinha e refeitório, lavanderia, vestiários do futebol, com 80% prontos. A fisioterapia e o setor médico, com 90% prontos. Mais 30 dias, tudo pronto. Dia 15 de dezembro, os três campos prontos para treino", garantiu Gilson em entrevista à TV Gazeta.

Obras no novo CT do Azulão seguem a todo vapor - Foto: Igor Albuquerque/TV Gazeta

No total, são quatro campos construídos, contudo, apenas três devem ser utilizados, em um primeiro momento. A futura casa do CSA fica localizada no bairro do Benedito Bentes, parte alta de Maceió, e mede 140 mil metros quadrados.

De acordo com o planejamento, o CT terá uma área construída de 5.300 metros, distribuídos em oito blocos, e vai contar com cinco campos, sendo um de grama sintética, quadra poliesportiva, além de área reservada para construção de uma futura arena. Segundo o dirigente, o setor de hospedagem para os jogadores será finalizado em outra etapa: "Fica faltando o hotel que será dado continuidade posteriormente", disse.

Crise financeira?

Outro assunto importante é no tocante à situação financeira do clube. Há alguns dias, a Gazetaweb trouxe informações exclusivas sobre um possível atraso de salários para os funcionários do clube, referente ao mês de outubro. Todavia, o presidente Omar Coêlho negou que exista falta de recursos para o pagamento das folhas salariais.

Porém, o impacto financeiro na virada do ano pode pesar. Com o rebaixamento, o dinheiro a ser recebido por direitos de transmissão deve cair. Já em relação ao impacto com sócios torcedores já vem acontecendo.

Em abril deste ano, após uma grande campanha nas redes sociais, o CSA atingiu a incrível marca de 8.332 sócios torcedores. Entretanto, com o passar dos meses e a queda decretada para a Série C, os números caíram. Hoje o Azulão computa 7.235 sócios em seu site oficial, um decréscimo superior a mil torcedores.

A Gazetaweb entrou em contato com o clube, para saber sobre o impacto negativo desta situação para 2023. Mas, até o fechamento desta matéria, não obteve resposta.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p