Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > ECONOMIA

Projetos em ação: 2024 é promissor para a construção civil

Após um 2023 difícil e de retração, o cenário que está se desenhando neste ano é de recuperação


				
					Projetos em ação: 2024 é promissor para a construção civil
Projetos em ação: 2024 é promissor para a construção civil. Assessoria

O ano de 2024 promete trazer meses de dinamismo para a construção civil. Afinal, as perspectivas do mercado são bastante positivas.

Mas por qual razão as expectativas são tão animadoras para construtoras e incorporadoras? Após um 2023 difícil e de retração, o cenário que está se desenhando neste ano é de recuperação.

Leia também

Nesse contexto, é essencial analisar como os indicadores econômicos influenciam e moldam as atividades da construção civil em geral.

Por isso, queremos explorar o panorama econômico que impulsiona os projetos da construção civil em 2024.

Vamos destacar os fatores macroeconômicos que moldam as tendências do setor e as perspectivas para o futuro. Nosso objetivo é mostrar que a sua empresa deve estar preparada para aproveitar o bom momento.

Aumento generalizado de preços: impactos na construção civil

A inflação, quando está fora de controle, afeta todos os setores da economia. Porém, seu impacto é especialmente sentido no varejo e na construção civil.

Isso se deve ao fato de que ambos os setores lidam diretamente com a produção, distribuição e comercialização de bens e serviços tangíveis. Sendo assim, os dois setores são mais sensíveis às flutuações de preços.

Quando a inflação sobe, os custos de produção e os preços dos materiais de construção aumentam. O aumento pressiona as margens de lucro das construtoras e desestimula investimentos.

Ainda, a alta nos preços ao consumidor reduz o poder de compra das famílias, diminuindo a demanda por novos projetos de construção.

O brasileiro conhece muito bem os impactos da inflação e vimos isso de perto nos últimos anos. A novidade é que, finalmente, estamos vendo o retorno da estabilidade dos preços.

Inflação dentro da meta do Banco Central: boas perspectivas para o mercado

Em 2023, a inflação alcançou 4,62%, colocando o índice dentro da meta estabelecida pelo Banco Central.

Isso aconteceu pela primeira vez desde 2020. Tal fato sugere um ambiente mais favorável para o crescimento e a estabilidade da construção civil em 2024.

Com custos mais previsíveis e demanda impulsionada, o setor está melhor posicionado para contribuir positivamente para a economia e para o desenvolvimento nacional.

INCC-M em queda: mais uma notícia positiva para a construção civil

O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) registrou um aumento moderado de 0,20% em fevereiro. A notícia é positiva para a construção civil e marca uma leve desaceleração em comparação com o mês anterior.

Essa estabilização indica uma tendência de controle nos custos da construção a curto prazo.

Além disso, o crescimento acumulado do índice nos últimos 12 meses é de 3,23%. O número representa uma descompressão significativa dos custos em relação ao ano anterior, quando houve uma expansão anual de 8,76%.

Isso sugere um ambiente mais favorável para investimentos e atividades no setor da construção civil.

Juros mais baixos: mercado de construção mais aquecido

Em 2023, o Banco Central começou um ciclo de cortes na taxa básica de juros. O movimento será ainda mais acentuado em 2024.

A Selic, que chegou a alcançar 13,75%, caiu para 12,25% em 2023. Mais cortes são esperados para os próximos meses. O Banco Central estima que a taxa esteja em 9% até o fim do ano.

Isso porque a economia brasileira se mostrou resiliente à inflação e mostra estar preparada para receber os cortes.

Vale ressaltar que as reduções nas taxas de juros também é uma iniciativa que acompanha outros mercados. Afinal, outros países já estão vendo taxas de juros mais baixas no horizonte, como Estados Unidos e nações da Europa.

Taxas reduzidas tornam o financiamento de projetos imobiliários mais acessível. Assim, os consumidores são mais propensos a buscar crédito para a compra de imóveis, estimulando a demanda por novas construções.

Além disso, as empresas do setor se beneficiam de custos de capital mais baixos, o que pode incentivar investimentos em novos empreendimentos.

É hora de colocar a mão na massa: construção civil em alta em 2024

Com a conjuntura econômica favorável e as perspectivas otimistas, 2024 se apresenta como um ano promissor para a construção civil. O setor está pronto para "colocar a mão na massa".

Além do cenário econômico favorável, o setor precisa olhar para outros dois pontos importantes:

● A demanda por novas moradias, muito impulsionada pelo programa “Minha Casa, Minha Vida”, também pode trazer altos retornos para construtoras e incorporadoras.

● Projetos de infraestrutura urbana também estarão em alta no primeiro semestre do ano, em especial. Como estamos em ano eleitoral, as prefeituras irão realizar planos engavetados, aumentando as atividades na construção civil.


				
					Projetos em ação: 2024 é promissor para a construção civil
Projetos em ação: 2024 é promissor para a construção civil. Assessoria

A C3 Equipamentos se posiciona como uma aliada estratégica para construtoras e incorporadoras aproveitarem o bom momento.

Com um amplo portfólio de equipamentos de alta performance, estamos prontos para fornecer o suporte necessário para que seus objetivos sejam alcançados em 2024.

Seja para projetos residenciais, comerciais ou de infraestrutura, estamos comprometidos em oferecer equipamentos e serviços personalizados que atendam às demandas do mercado atual.

Entre os produtos da C3, você confere as escoras metálicas, também conhecidas por escoras para Laje ou estroncas metálicas, utilizados como apoio para as construções.

Para obras de médio e grande porte, o içamento de cargas é uma das tarefas mais complexas. Com a grua guincho de elevação, você movimenta seus materiais pesados ao mesmo tempo em que otimiza o tempo da obra e a produtividade.

Com o nosso apoio, construtoras e incorporadoras podem alcançar novos patamares de sucesso.

Entre em contato com a C3 Equipamentos e saiba como podemos ajudar.

*Com Assessoria

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas