Idoso de 68 anos que morava em ambiente insalubre é resgatado em Arapiraca

Idoso é diabético e teve uma perna amputada; ele foi encaminhado para uma Instituição de Longa Permanência de Idosos (ILPI)

Um idoso de 68 anos foi resgatado, no município de Arapiraca, no interior de Alagoas, após ser encontrado vivendo em uma situação insalubre, com sinais de maus-tratos e negligência. A ação foi feita pela Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev), por meio do Núcleo de Atendimento à Pessoa Idosa (NAPI) da Casa de Direitos.

De acordo com a secretaria, a própria família do idoso teria causado a situação insalubre, com a justificativa de que o idoso era difícil de conviver.

A coordenadora técnica da Casa de Direitos de Arapiraca, Priscila Araújo, informou que, diante da situação, as técnicas do NAPI fizeram um visita no domicílio depois de receber denúncia de abandono encaminhada por uma Unidade Básica de Saúde (UBS).

"No local, foi constatado que o idoso se encontrava alojado no quintal da casa, deitado sem roupas em um sofá molhado. Além disso, o espaço era coberto por telhas de amianto e compartilhado com galinhas e um cachorro, completamente inadequado para um idoso", relatou.

A situação piorou, segundo a coordenadora, pelo fato de que o idoso tem diabetes e precisa ter amputado um membro inferior. "Ele passava todo o tempo nesse local, na dependência de terceiros para atender às suas necessidades. Como se encontrava lúcido, o próprio pediu que fosse retirado de lá e levado para um abrigo", afirmou.

Maus tratos a idoso em Arapiraca. - Foto: Reprodução

A equipe do núcleo retirou o idoso da residência e o levou a uma Instituição de Longa Permanência de Idosos (ILPI), onde ele receberá assistência com profissionais. O processo da rede de proteção foi realizado em menos de 24h.

*com informações da assessoria.