Procon Maceió inicia combate à publicidade irregular em postos de combustíveis

Ação integrada em conjunto com o Procon de Arapiraca já lacrou, até o momento, dois postos no Agreste; em Maceió, a ação durará por dois dias

O Procon Maceió inicia, nesta quinta-feira (22), uma ação de fiscalização nos postos de combustível da capital alagoana, em busca de combater a publicidade irregular do preço da gasolina. As operações acontecerão durante dois dias e devem combater a falta de aviso na diferença dos preços em dinheiro e cartão.
Segundo o presidente do Procon de Maceió, Leandro Almeida, não é ilegal que haja uma diferença no preço cobrado nas transações em cartão de crédito para as cobradas em dinheiro, contudo, é necessário que o consumidor esteja ciente, todo o momento, desta mudança.
"Nos temos reclamações dos consumidores que eles veem uma placa avisando que o preço é R$ 4,00, mas, no cartão, o valor é diferente. Isso é permitido, entretanto, a informação tem que ser clara para o consumidor previamente", alertou Leandro.
O foco das operações é combater a falta de divulgação clara e prévia dos preços divulgados e a possível publicidade enganosa pelos estabelecimentos.
Arapiraca
As fiscalizações nos postos de combustíveis são uma operação integrada do Procon Maceió e Arapiraca, que realizam as fiscalizações nos postos do município, até esta sexta-feira (23).
Já foram vistoriados 20 postos de combustíveis em busca de irregularidades dos preços e na qualidade nos produtos. Apenas dois postos foram lacrados até o momento. 

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p