Corpo de DJ que desapareceu em de São Miguel dos Milagres foi esquartejado, aponta laudo do IML

José Muniz Gomes de Oliveira, de 32 anos, foi morto por golpes de arma branca; cadáver da vítima estava com a cabeça, os membros inferiores e superiores separados do tronco

O corpo do DJ José Muniz Gomes de Oliveira, de 32 anos, que desapareceu e foi encontrado em uma ribanceira, no município de São Miguel dos Milagres, foi esquartejado. É o que aponta o laudo do Instituto de Medicina Legal Estácio de Lima, divulgado nesta sexta-feira (12).

O laudo aponta que o cadáver foi localizado em estado de putrefação e enterrado em uma cova rasa, sendo morto por golpes de arma branca.

De acordo com perito médico legista Avelar de Holanda, o corpo da vítima estava com a cabeça, os membros inferiores e superiores separados do tronco.

“Durante a necropsia foi encontrada perfurações no tórax por arma branca que atingiram o coração provocando a morte da vítima. Já os ferimentos de esquartejamento não apresentavam reação vital, ou seja, elas são compatíveis com lesões pós a morte", explicou o perito médico legista.

Devido ao estado do corpo, ainda conforme o IML, a identificação só foi possível após a realização de exame de necropapiloscopia. Após a conclusão dos exames, o cadáver dele foi liberado para sepultamento.

*com informações da assessoria.