Para ainda continuar sonhando com o acesso, CSA visita o Coritiba pela Série B

Uma vitória pode colocar o Azulão no G4 ainda nesta rodada; jogo será neste domingo (21), às 16h, no Couto Pereira

Vencer ou vencer. O CSA não pode pensar em nenhum resultado diferente para conseguir o improvável acesso nos dois últimos jogos da temporada. Pela 37ª rodada da Série B, o Azulão viajou até o Paraná para visitar o Coritiba, neste domingo (21), às 16h, no Estádio Couto Pereira. Um tropeço pode tirar os alagoanos da briga por uma vaga na Série A.

O empate contra o Confiança, na última rodada, atrapalhou bastante a briga do CSA no campeonato. A distância para o G4, agora, é de três pontos, com seis ainda em disputa. Em caso de derrota para o Coxa, os azulinos terão que torcer por tropeços de Guarani, Avaí e CRB para continuar na briga. Com 56 pontos, o CSA é o 7º colocado.

A torcida do Coritiba é só sorrisos neste fim de temporada. Na rodada passada, venceu o Brasil-RS, em casa, por 2 a 1, contou com um tropeço do CRB e se garantiu na Série A de 2022. Mas o Coxa também quer mais. O time ainda está na briga, contra o Botafogo, pelo título da Segundona. Com 64 pontos, é o vice-líder.

CSA

Apesar do tropeço, ninguém jogou a toalha no CSA. E, se tudo der certo, o Azulão pode entrar no G4 já nesta rodada. Mas para isso precisa de uma combinação de resultados e torcer para tropeços de Avaí e CRB, além de uma derrota do Guarani. O técnico Mozart mostrou confiança no acesso.

"Ano passado, dois times subiram com 61, nós podemos chegar a 62. Sobra capacidade para este time chegar a 62, temos que acreditar como acreditamos desde a minha chegada aqui. Estamos muito vivos na competição e vamos para Coritiba tentar vencer", disse após o jogo contra o Confiança.

Mozart comemorou estabilidade no cargo, algo raro no futebol brasileiro - Foto: Ailton Cruz

Para tentar vencer o vice-líder, Mozart terá dois desfalques. Matheus Felipe e Yuri receberam o terceiro amarelo na rodada passada e cumprem suspensão. Wellington deverá ser o substituto no miolo da zaga.

Já no meio, Giva Santos, que retorna de suspensão, deve herdar a vaga do volante. Quem também volta de suspensão é o atacante Iury Castilho, que entra na vaga de Clayton. Também no meio, Renato Cajá volta aos titulares, colocando Gabriel mais adiantado.

O provável time do CSA é: Thiago Rodrigues; Everton Silva, Lucão, Wellington e Ernandes; Geovane, Giva Santos e Renato Cajá; Gabriel, Iury Castilho e Dellatorre.

CORITIBA

Com o acesso já garantido, agora o Coxa Branca quer o título da Série B. Perseguindo o líder Botafogo, os paranaenses contarão com grande apoio de sua torcida na última partida em casa na temporada. Contra o Brasil-RS, o Couto Pereira recebeu o maior público desde a reabertura dos estádios: 28.451. Contra o CSA, a expectativa é de casa ainda mais cheia, pois 100% do estádio está liberado, sendo uma carga total de 40.502 ingressos.

Igor Paixão volta ao time titular do Coxa Branca - Foto: Divulgação/Coritiba

Para não fazer feio diante de sua torcida, o treinador paraguaio Gustavo Morínigo terá um retorno importante. O atacante Igor Paixão cumpriu suspensão na última rodada e volta ao time titular contra o Azulão. Gustavo Bochecha também fica à disposição, enquanto Edson Carioca e Nathan Ribeiro estão entregues ao Departamento Médico.

O provável time do Coxa é: Wilson; Natanael, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Matheus Sales e Robinho; Igor Paixão, Waguininho e Léo Gamalho.

ARBITRAGEM

O trio de arbitragem será da Federação Baiana de Futebol. Marielson Alves Silva (CBF) será o árbitro principal, sendo auxiliado por Alessandro Alvaro Rocha de Matos (FIFA) e Elicarlos Franco de Oliveira (CBF). O quarto árbitro será o paranaense Leonardo Ferreira Lima (CBF). No VAR, Jean Pierre Gonçalves Lima (CBF-RS) comanda as ações, sendo auxiliado por Lucio Beiersdorf Flor (CBF-RS).