Com golaço de Anderson Feijão, ASA vence Juazeirense e retoma liderança do grupo na Série D: 1 a 0

Cancão de Fogo chega a perder pênalti no primeiro tempo; Alvinegro ultrapassa Lagarto no Grupo 4

Enfim, deu ASA! Na tarde deste domingo (5), jogando no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca, o Alvinegro reencontrou o caminho das vitórias na Série D. Contra a Juazeirense, pela 8ª rodada da competição, o Fantasma conseguiu vencer por 1 a 0, com um golaço de Anderson Feijão, ainda no primeiro tempo.

O resultado mostrou-se providencial na briga pela classificação. Agora com 14 pontos e quatro vitórias, o ASA reassumiu a liderança do Grupo 4 da Série D. Apesar de o Lagarto ter a mesma pontuação, tem uma vitória a menos. A Juazeirense, por outro lado, se complicou. Com nove pontos e por conta dos resultados da rodada, o Cancão caiu para o sexto lugar.

1º TEMPO

Com o retorno da dupla Anderson Feijão e Júnior Viçosa, o clube arapiraquense entrou em campo muito otimista. Nos primeiros minutos, a Juazeirense tentou tocar bola, porém, teve diversas dificuldades. Mais à vontade, logo o ASA tomou as ações da partida, chegando mais próximo do gol.

O Gigante teve boa chegada aos 20 minutos do primeiro tempo. Anderson Feijão fez uma boa jogada individual e arriscou uma bomba de fora. Atento, Rodrigo Calaça espalmou bem e mandou para escanteio. A Juazeirense se armou no contra-ataque, mas as fortes chuvas em Arapiraca dificultaram demais a vida baiana, que não tinha muita velocidade.

Com o campo ficando pesado, a bola parada tornou-se uma solução agradável para as equipes. Quem aproveitou a situação foi o Fantasma. Aos 39 minutos, o mago Anderson Feijão cobrou uma falta do lado esquerdo. A finalização do meia foi direto no ângulo de Calaça, completamente indefensável: 1 a 0.

Retornando de lesão, Feijão foi o grande herói do ASA neste domingo (5) - Foto: Rudney Melo/Ascom ASA

O gol lavou a alma alvinegra, mas poucos minutos depois, aos 43, a arbitragem assinalou uma penalidade cometida por Renan Rinaldi. Era a chance da Juazeirense, nos pés do meia Clebson. Apesar do nervosismo, o jogador do Cancão cobrou muito no canto e acertou a trave, desperdiçando a oportunidade. Com esse lance, o primeiro tempo chegou ao final, com a bela vantagem dos arapiraquenses.

2º TEMPO

A Juazeirense foi a primeira a chegar no segundo tempo. Aos 3min, Clebson cobrou falta pelo lado esquerdo e Wendel apareceu no cabeceio, direto nas mãos do goleiro Renan. A resposta alvinegra veio aos 9 minutos, novamente nos pés de Feijão. O meia cobrou um belo escanteio e encontrou Diego Rosa, que chegou cabeceando, mas errou o alvo.

Com o duelo pegado e o gramado cheio de água, a Juazeirense mudou, acionando jogadores um pouco mais ofensivos, no desespero pelo empate. O Cancão teve que utilizar a bola parada para se aproximar do gol. Com 33 minutos, em cobrança de falta de Mauri, a bola passou por cima do travessão, mas trouxe muito perigo.

Buscando matar o jogo, Zé Wilson cobrou uma falta perigosa aos 42 minutos, direto nas mãos de Calaça, que espalmou com muito perigo. Os minutos finais foram muito mascados, sem grandes chances. Mesmo sem tanta possibilidade de jogadas, a Juazeirense, tentou, arriscou, mas sempre sem sucesso.

O ASA segurou a bola, mesmo com as condições do gramado. Com isso, não teve jeito, vitória do Gigante, por 1 a 0.