Harry e Meghan entram em desacordo com a Netflix por documentários

Segundo o Page Six, o casal tem interesse em cortar algumas partes do documentário, o que não agrada à produção

A relação entre o príncipe Harry e Meghan Markle e a Netflix não está em um dos melhores momentos. Segundo o Page Six, fontes afirmaram que o duque e a duquesa de Sussex estão discordando com o streaming sobre o que vai ou não ser mostrado nas próximas séries documentais.


Supostamente, o casal tem interesse em cortar algumas partes do documentário, o que não agrada à produção, nem aos chefes da Netflix, que pretendem manter esses pedaços. Uma fonte do streaming disse que os integrantes da família real estão repensando sua história e o próprio projeto."Harry e Meghan estão em pânico por tentar suavizar até mesmo a linguagem mais básica. Mas é a história deles, de suas próprias bocas", confirmou outra.


No mês passado, o Page Six comentou que o casal queria editar o programa após a morte da rainha Elizabeth 2ª. A hipótese para isso é que haja questões delicadas envolvendo o rei Charles 3º, a rainha consorte Camilla, o príncipe William e Kate Middleton.


Com as supostas alterações, o futuro do projeto pode estar em jogo. Se não houver consenso entre as partes, a produção poderá ser arquivada.


"Eles fizeram pedidos significativos para retirar o conteúdo que eles mesmos forneceram -enquanto alguns funcionários da Netflix acreditam que, se concedido, efetivamente arquivará o projeto indefinidamente. A Netflix está ao lado dos cineastas", acrescentou a fonte.


Até o momento, o streaming não comentou sobre o programa de Harry e Meghan Markle, mas tinha a esperança de lançar logo após a 5ª temporada de "The Crown", que estreia em novembro. O casal também não deu detalhes sobre a negociação.
Por outro lado, a atriz já havia dito em entrevista que o documentário mostraria algo inédito. "O pedaço da minha vida que não pude compartilhar, que as pessoas não puderam ver - nossa história de amor", como informou.