Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
HOME > blogs > ARIVALDO MAIA
Imagem ilustrativa da imagem Após reformulação na Copa do Brasil em 2013, CSA nunca passou da segunda fase da competição

BLOG DO
Arivaldo Maia

Após reformulação na Copa do Brasil em 2013, CSA nunca passou da segunda fase da competição


				
					Após reformulação na Copa do Brasil em 2013, CSA nunca passou da segunda fase da competição
Em 2021, CSA caiu para o Remo, nos pênaltis, na segunda fase - (Foto: AILTON CRUZ)

Amanhã, contra o Paysandu, o Azulão terá nova chance de passar para a terceira fase e garantir mais R$ 1,9 milhão em premiação.

Contra o Paysandu, na quarta (16), Azulão terá nova chance de passar para a terceira fase e garantir mais R$ 1,9 milhão em premiação.

A Copa do Brasil não foi sempre do jeito que é hoje. Antes de 2013, era uma competição mais possível de zebras ocorrerem. Os times que disputavam a Libertadores não jogavam e, então, a Copa passou a ser conhecida como a competição "mais democrática" do país. Querendo maior visibilidade e rentabilidade, a CBF reformulou a Copa e atraiu mais interesse de todos os times, com gordas premiações.

Desde 2013, o Azulão ficou de fora somente das edições de 2015 e 2016. Porém, mesmo com participações seguidas, o time decepcionou. Desde a reformulação, a equipe maruja não conseguiu ir além da segunda fase, onde também só alcançou em 2018, 2021 e 2022, ficando aquém das expectativas da torcida, principalmente em 2019, quando chegou a disputar a Série A do Brasileirão, e foi eliminado pelo Mixto-MT.

As melhores participações do CSA, por outro lado, foram nas edições anteriores ao atual formato. Os destaques vão para 2009, quando o time chegou nas oitavas de final, deixando pelo caminho o Santos, de Neymar. O jogo de volta, na Vila Belmiro, ao vencer por 1 a 0, com gol de Júnior Amorim, entrou para a história da equipe. Acabou sendo eliminado para o Coritiba, na fase seguinte.

Outras participações de destaque foram em 1992 e 2002. Na primeira, chegou às quartas de final, deixando para trás o Vasco e sendo eliminado pelo Sport. Naquele ano, após a primeira fase, já eram as oitavas de final.

Em 2002, o Azulão acabou sendo eliminado nas oitavas de final pelo mesmo Vasco. O CSA chegou a vencer a equipe carioca por 2 a 1 no Rei Pelé, mas foi goleado por 4 a 0 em São januário, com destaque para o baixinho Romário naquele time, que deixou sua marca na partida, ao fazer o último gol.

Além da inédita vaga na terceira fase, o CSA mira à grande premiação da competição. Por alcançar a segunda fase, o Azulão garantiu R$ 1,37 milhão. Quem avançar amanhã garantirá mais R$ 1,9 milhão. Portanto, além do lado esportivo, a parte financeira também pesará na motivação dos jogadores.

Arivaldo Maia com Rafael Reis - Gazetaweb

Tags

X