Após denúncia da Gazetaweb, prestadores de serviço das UPAs do Tabuleiro e Jacintinho recebem salário de novembro

Apenas o pagamento de um mês foi efetuado, faltando o referente a dezembro; a denúncia aponta que está faltando dipirona injetável e vitaminas

Os prestadores de serviços das UPAs do Tabuleiro e Jacintinho, que denunciaram, no último sábado (15), o atraso no pagamento de salários referentes há dois meses, receberam o salário de novembro. O pagamento veio somente após denúncia publicada pela Gazetaweb.

No entanto, segundo os prestadores de serviços, apenas o pagamento de um mês foi efetuado, faltando o referente a dezembro. Eles ainda alegam que, após a denúncia, os coordenadores das unidades de saúde estão pressionando os trabalhadores para descobrir quem comunicou a situação para a imprensa.

À Gazetaweb, os trabalhadores relataram que o quadro que estão passando é considerado por eles como “extremamente desrespeitoso”. Eles alegam que, diante do recrudescimento da pandemia, o mínimo que esperavam era o pagamento dos salários atrasados e a garantia de regularizar o recebimento dos próximos. As recepções das unidades encontram-se lotadas em virtude do crescimento dos casos com síndromes gripais.

Inclusive, o salário de outubro foi pago apenas em 16 de dezembro. Técnico radiologia, técnico imobilização e médicos ortopedista estão com os salários atrasados. A denúncia ainda aponta que está faltando dipirona injetável e comprimidos estão sendo oferecidos aos pacientes. Além disso, não tem vitaminas, porque os fornecedores não estão sendo pagos.