Policia indicia vereador de Rio Largo por tentativa de homicídio

Autor do crime teria discutido com alguns homens por conta de barulho de som alto nas proximidades de sua residência e efetuou disparos

Um vereador de Rio Largo, cujo nome não foi divulgado, foi indiciado pela Polícia Civil pelo crime de tentativa de homicídio ocorrido no dia 7 de março na cidade da Região Metropolitana.

O atentado aconteceu em uma praça situada na Destilaria Central de Alagoas, na localidade de Lourenço de Albuquerque.

Segundo o delegado Rodrigo Samento, do 12º Distrito Policial de Rio Largo (12º DP), o autor do crime teria discutido com alguns homens por conta de barulho de som alto nas proximidades de sua residência, tendo efetuado de seis a sete disparos de arma de fogo contra um deles, um jovem de 26 anos de idade.

"A vítima escapou ilesa, e só não foi atingida porque o vereador teria sido impedido por um assessor dele, dando tempo dela fugir, conforme os depoimentos das testemunhas ouvidas no inquérito policial", frisou Rodrigo Sarmento.

A arma do vereador, uma pistola, calibre 9mm, foi apreendida pela polícia e encaminhada ao Instituto de Criminalística (IC) para perícia.

No dia do crime, também foi feita a perícia no local, constatando-se que dois disparos efetuados pelo vereador atingiram um veículo e o muro logo atrás de onde a vítima se encontrava durante a discussão com o vereador.

O inquérito policial já foi concluído e encaminhado ao Ministério Público Estadual, a quem caberá decidir se o vereador indiciado será denunciado pelo crime apontado nas investigações policiais.