Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > POLÍCIA

PC prende em Atalaia pai que estuprou a filha a caminho de pescaria

Prisão aconteceu na Fazenda Gavião, na zona rural da cidade, onde ele residia atualmente


				
					PC prende em Atalaia pai que estuprou a filha a caminho de pescaria
Polícia Civil prende em Atalaia pai que estuprou a filha de 13 anos. Assessoria

A Polícia Civil (PC) prendeu, nesta quinta-feira (13), um homem, de 40 anos, que estava foragido havia quase 10 anos, acusado de estuprar a própria filha, enquanto ambos se dirigiam a uma pescaria, quando, à época, ela possuía 13 anos.

A prisão aconteceu na Fazenda Gavião, na zona rural do município de Atalaia, onde ele residia atualmente.

Leia também

As investigações que resultaram na prisão, segundo o chefe de operações do Niesp, Welber Cardoso, duraram cerca de dois meses.

O estupro teria ocorrido no dia 9 de outubro de 2014, quando a menina foi à casa do pai, então residindo no município de Pão de Açúcar, no Sertão alagoano, e este a chamou para irem a uma pescaria.

À época do crime, o homem já convivia com a atual mulher, com quem tinha dois filhos.

No caminho da pescaria, aconteceram os abusos. Ele chegou a tirar as roupas da filha e a estuprou.

Cerca de 10 dias depois, a mãe e uma tia tiveram conhecimento do fato e denunciaram à delegacia de polícia e ao conselho tutelar da cidade.

Antes de ser chamado a depor, o homem fugiu e passou a mudar periodicamente de cidades, tendo residido durante esse tempo, em Maceió, Paripueira, Marechal Deodoro e, finalmente, em Atalaia.

A vítima foi submetida a exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca, sendo constatado o estupro.

O suspeito foi conduzido para o Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) de Atalaia, onde aguarda audiência de custódia para ser transferido ao sistema prisional.

Ele já foi denunciado pelo Ministério Público por estupro de vulnerável.

*Com Assessoria

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas

X