PC analisa imagens que podem identificar suspeito de 'plantar' bomba

"Rojão modificado" também foi encontrado na Praça Multieventos, na Pajuçara; em duas ocorrências na capital, duas pessoas ficaram gravemente feridas

Com avanço nas investigações, a Polícia Civil de Alagoas (PC/AL) teve acesso as imagens que podem revelar o suspeito de colocar um artefato explosivo na Rua Joaquim Nabuco, nas imediações da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), onde foi deixado no dia 25 de novembro. No último fim de semana, policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) foram acionados após deixarem material na Praça Multieventos, na orla da Pajuçara, em Maceió.

Os militares informaram que era um "rojão modificado". O objeto foi removido pelo Bope no começo da tarde de sábado e levado para o batalhão. Ontem (4), o Bope voltou a ser acionado, após testemunhas informarem haver uma bomba próximo ao Estádio Rei Pelé, no bairro Trapiche da Barra.

No último dia 25, a Polícia Civil anunciou que uma comissão de delegados investiga os casos ocorridos em vários pontos de Maceió, sem indício de ligação entre eles, ocorridos no Centro, Trapiche da Barra e Farol, casos ocorridos nos últimos dias 10, 21 e 25 de novembro. Adriana Gusmão e Nivaldo Aleixo, sob a coordenação de Lucimério Campos vão conduzir os trabalhos para identificar os suspeitos.

No mês de novembro, duas situações - uma ocorrida em uma rua do Centro e outra no Hospital Geral do Estado (HGE) - tratavam-se de bombas caseiras, que explodiram e feriram gravemente duas pessoas, que precisaram amputar uma das mãos.