Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > ARAPIRACA E REGIÃO

Arapiraca: Justiça determina celeridade em licitação de limpeza urbana

Ação ocorre depois de denúncias de irregularidades no contrato de R$ 13 milhões

O desembargador do Tribunal de Justiça de Alagoas, Orlando Rocha Filho, determinou, nesta segunda-feira (5), que o juiz Carlos Bruno de Oliveira Ramos dê celeridade ao processo que julga a legalidade do contrato de limpeza urbana da prefeitura de Arapiraca. O contrato é alvo de apuração por parte de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), instalada pela Câmara do Município na semana passada.

Na decisão, o desembargador destaca que a empresa Ciano Soluções Ambientais não deve participar do processo licitatório sozinha, como acontece atualmente no município. O desembargador manteve a habilitação da empresa M. Construções e Serviços LTDA. para estar presente na licitação.

Ainda conforme o desembargador, “a agravante (M Construções e Serviços Ltda.) tem direito a ter sua proposta aberta com a retomada do processo licitatório por ordem do juízo a quo, não sendo legítimo admitir regular a anulação ou o cancelamento da Concorrência pelo Município diante de sua suspensão através de provimento jurisdicional”.

A decisão do desembargador reforça também que a Prefeitura de Arapiraca inabilitou todas as concorrentes no processo de licitação, mantendo apenas a empresa Ciano Soluções Ambientais para ser a vencedora do processo e atuar na limpeza urbana. Por conta dessa suposta irregularidade, a Justiça de Alagoas suspendeu a licitação.

Artigos Relacionados

CPI do Lixo

Os vereadores de Arapiraca estão debruçados no processo de licitação e instalaram uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI do Lixo) para investigar o contrato celebrado entre a gestão municipal e a empresa Ciano.

Na última sessão da Câmara de Arapiraca, os vereadores integrantes da CPI destacaram que a Prefeitura de Arapiraca “escolheu a empresa após definir um valor contratual de R$ 13 milhões para a Ciano Soluções Ambientais e deliberar unilateralmente que a empresa realize o trabalho de coleta do lixo”.

A Gazeta acionou a prefeitura, mas até agora não teve um posicionamento sobre o caso.

*com informações da assessoria.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas