Militar suspeito de causar acidente na BR-316 aguarda audiência de custódia

Quatro pessoas ficaram feridas na colisão e uma das vítimas está em estado grave; condutor estava embriagado

Um policial militar lotado no Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) é suspeito de provocar um acidente ocorrido nessa quarta-feira (2), que deixou quatro pessoas feridas, na BR-316, no município de Satuba. A informação foi confirmada pela assessoria da Polícia Militar de Alagoas (PM/AL). O nome do PM, no entanto, não foi divulgado.
Conforme nota enviada à imprensa, o militar foi preso e encontra-se recolhido na Unidade Especializada, aguardando a audiência de custódia, ainda nesta quinta-feira (3). O caso está sendo acompanhado pela PM, através do Comando do BPA, e, posteriormente, será aberto um procedimento administrativo para adoção das medidas que o caso requer.
O acidente
O motorista foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) após causar um grave acidente, quando o veículo que dirigia, um Ford Ka, invadiu a contramão e colidiu de frente com as três motocicletas. O caso aconteceu no km 271 da BR 316, em Satuba/AL. Quatro pessoas ficaram feridas e uma das vítimas está em estado grave.
Embora tenha se recusado a fazer o teste do etilômetro, o motorista estava notoriamente alcoolizado, e os agentes, então, lavraram o Termo de Constatação de Embriaguez (TCE), comprovando o flagrante, segundo a PRF.
Diante dos fatos, o homem foi preso e encaminhado para a Central de Flagrantes, em Maceió. Ele responderá pelos crimes de embriaguez ao volante e lesão corporal culposa.