Vigilância Sanitária identifica descumprimento de protocolo na volta da torcida ao Rei Pelé

Gestores do futebol se comprometeram em realizar modificações até as 16h deste sábado (25), quando terá início a nova fiscalização, antes do jogo entre o CRB e Avaí

Após o jogo entre o CSA e o Botafogo-RJ, que aconteceu nessa última quinta-feira (23), a fiscalização da Vigilância Sanitária de Maceió identificou descumprimento do protocolo sanitário, como a higienização dos espaços. Diante da constatação, uma reunião com representantes da Federação Alagoana de Futebol (FAF), do Estádio Rei Pelé e dos principais clubes alagoanos foi realizada, nesta sexta (24), para adequação das medidas.

Os presentes firmaram um acordo para adequar os protocolos sanitários para o jogo deste sábado (25), entre o CRB e Avaí. Na reunião, os gestores do futebol se comprometeram em realizar as modificações até as 16h, quando terá início a nova fiscalização.

“As equipes da Vigilância Sanitária ficarão no estádio até as 21h. Antes e durante a partida, serão inspecionadas as ambulâncias, banheiros, corredores, entrada e os demais espaços do Estádio Rei Pelé. Serão fiscalizados aspectos como higienização, disponibilização de álcool em gel, papel toalha, sabonete líquido nos banheiros, iluminação adequada e aferição de temperatura corporal dos torcedores”, informa o coordenador da Vigilância Sanitária de Maceió, Airton Santos.

O coordenador ainda lembrou que também serão fiscalizadas as condutas dos torcedores, que envolvem o distanciamento social, o uso de máscaras e a apresentação dos cartões de vacinação com a imunização plena contra a Covid-19, além do documento de identificação.

O acordo foi firmado entre o superintendente do Estádio Rei Pelé, Carlos Humberto Nobre Risco, o diretor administrativo da FAF, José Eurico Beltrão Júnior, o diretor financeiro do CRB, Felipe Clemente Baracho, e a coordenadora do programa Sócio Torcedor do CSA, Maria Paula Epaminondas dos Santos, além do coordenador geral da Vigilância, Airton Santos, e a assessora jurídica da Visa, Alexsandra Vieira.

*com informações da assessoria.