Após mais de três anos, Hospital Vida retoma transplantes de rins

Os pacientes que receberam os órgãos fazem hemodiálise na unidade hospitalar

Após mais de três anos, o Hospital Vida voltou a realizar, na última sexta-feira, dois transplantes de rins em pacientes jovens. Os dois homens, que têm 26 e 35 anos, são das cidades de União dos Palmares e Coqueiro Seco, e já realizavam hemodiálise no hospital. O mais jovem dependia de diálise há sete anos e o mais velho há 16 anos. Durante esse tempo, os dois pacientes estavam na fila de espera pelo transplante, e receberam a notícia da cirurgia com muita gratidão.

“São rapazes que estão desde o início, aqui com a gente, fazendo hemodiálise. Dois homens jovens que sonhavam com esse transplante e, hoje, finalmente, chegou o dia. Eles estão ansiosos e muito gratos pela cirurgia”, afirmou Eliane Teles, assistente social.

As cirurgias duraram cerca de três horas, cada. A equipe transplantadora foi composta pelos cirurgiões Drº João Medeiros, Drº Carlos Adriano dos Santos,  Drº Érick Acerb Barbosa, Nefrologista e Drº Fabrício Ramos, Urologista e a enfermeira, Jamylle Peixoto.

“É importante que se fale sobre a relevância desse momento que estamos vivendo. Passamos por uma pandemia e os transplantes pararam no estado inteiro e, agora, mais de três anos depois, voltamos a trazer esperança para quem depende de um rim”, disse Drº Érick Acerb Barbosa, coordenador do setor de transplantes e doutor em Nefrologia do Hospital Vida.

A realização das cirurgias no hospital vida marca uma retomada significativa dos transplantes realizados em Alagoas. Com essas cirurgias, já são 10 pacientes renais crônicos transplantados no estado em 2022, segundo a Central de Transplantes de Alagoas.

*Com assessoria