Time de futebol português detecta 13 casos da variante ômicron

Todos são jogadores e membros do time de futebol Belenenses, de Lisboa; surto fez time jogar com apenas 9 jogadores – entre eles 2 goleiros – contra o Benfica pelo Campeonato Português

Portugal detectou 13 casos da variante ômicron do coronavírus, todos relacionados a jogadores e membros do time de futebol Belenenses, afirmou a autoridade sanitária do país nesta segunda-feira (29).

Segundo o Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge, um dos resultados positivos é de um jogador do Belenenses que viajou recentemente à África do Sul, onde a nova variante foi descoberta.

Os outros, no entanto, não viajaram para o país, o que indica que estes podem ser um dos primeiros casos confirmados de transmissão local da variante fora da África.

Quem teve contato com os infectados foram obrigados a isolar, independentemente do seu estado de vacinação, e serão testados regularmente contra a Covid-19, informou o instituto.

A nova variante

A ômicron (B.1.1.529) já foi detectada em ao menos 14 países e territórios até o momento, e várias nações já restringiram voos devido à nova cepa.

A variante preocupa pois tem 50 mutações — algo nunca visto antes —, sendo mais de 30 na proteína "spike" (a "chave" que o vírus usa para entrar nas células e que é o alvo da maioria das vacinas contra a Covid-19).

Belenenses goleado

O surto no Belenenses causou uma cena inusitada no Campeonato Português no elenco: o time conseguiu escalar apenas 9 jogadores contra o Benfica, entre eles 2 goleiros – e 1 deles atuou na linha.

O Benfica fez 7 a 0 no primeiro tempo, e a partida foi encerrada no início da segunda etapa porque o Belenses ficou com apenas 6 atletas em campo.