Presidente pretende renovar contrato e cogita aposentadoria de Guerrero pelo Inter

Alessandro Barcellos fala em entrevista à Rádio RPP, do Peru, sobre o futuro do centroavante que tem contrato com o clube até o final do ano

Paolo Guerrero recém fez seu primeiro jogo após mais de seis meses em recuperação de uma ruptura no ligamento anterior cruzado do joelho direito. Mas o Inter já faz planos para um futuro mais longevo para o centroavante de 36 anos.

Em entrevista à Rádio RPP, do Peru, o presidente Alessandro Barcellos afirmou que o clube tem a intenção de renovar o contrato com o peruano. E abriu portas até para que Guerrero encerre a sua carreira com a camisa colorada.

Conforme apurado pelo ge, Inter e Guerrero não começaram a discutir a renovação do contrato que se encerra ao final de 2021. O peruano tem foco total em retomar o nível de atuações de antes de sua lesão, sofrida em agosto de 2020. Por isso, sequer pensa sobre o futuro neste momento.

– Vamos trabalhar para renovar o contrato e ter o Paolo na nossa equipe. Ele acrescenta muito. Ele encerrar a carreira aqui no Inter. Não é uma decisão somente nossa. É do atleta. E temos que entender. Mas é nosso interesse que ele permaneça aqui. Temos que ver quanto tempo ele pretende estar em campo. Mas é um assunto que ainda não estamos tratando – disse o mandatário.

Guerrero voltou a atuar depois de 210 dias na vitória por 4 a 2 sobre o Ypiranga, no último domingo. O centroavante se recuperou de uma ruptura do ligamento anterior cruzado, sofrida em 16 de agosto, na derrota por 2 a 1 para o Fluminense, no Maracanã.

Contratado pelo clube em 2018, o peruano só estreou em abril de 2019. E desde então, virou protagonista e peça-chave do Inter. O centroavante fez 10 gols em 15 jogos no ano passado antes da lesão.

Ao todo, Guerrero soma 56 jogos pelo clube, com 30 gols marcados. Seu contrato com o Inter vai até o final do ano.