CBF diz que não há indícios de contaminação por Covid-19 durante os jogos

Entidade publicará na quinta um estudo mapeando a situação com dados de todas as divisões

A CBF não vê, por enquanto, indícios de que esteja acontecendo contaminação de atletas por Covid-19 durante jogos de competições nacionais.
- Pelo que temos recebido de informação até a 19ª rodada da Série A não há dados de contaminação dentro dos jogos - afirmou o diretor médico da CBF, Jorge Pagura, ao blog.
Ele acrescenta que nesta quinta-feira a entidade divulgará um estudo completo com dados de partidas das quatro divisões de futebol profissional do país, com dados de cerca de 100 mil minutos de jogos e 40 mil testes analisados.
Pagura ressalta que um novo estudo está em curso e que novas informações serão conhecidas a partir dos jogos da vigésima roda da Série A.
- O que parece é que todo mundo baixou um pouco a guarda, a sociedade como um todo. Ainda estamos na pandemia. O que temos nos dados do estudo que divulgaremos indica que as contaminações que estão acontecendo estão sendo verificadas dentro das rotinas dos clubes, como viagem, concentração. Nenhum dado indicou contaminação dentro dos jogos - disse o médico.
Segundo ele, há 15 dias a CBF emitiu um alerta para os clubes sinalizando aumento de casos de Covid-19 no país.
O procedimento da CBF nos casos de jogadores contaminados é o de "seguir" a equipe deste atleta e seus adversários nas duas partidas seguintes. Os jogadores contaminados são isolados e os que tiveram contato com eles são observados até os resultados de seus testes serem conhecidos.