Mbappé, craque da França, manda mensagem para Pelé

O ex-jogador de futebol, de 82 anos, está internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, desde a última terça-feira (29), com uma infecção respiratória

Kylian Mbappé, craque da seleção de futebol da França, mandou uma mensagem para Pelé em seu Twitter neste sábado (3). O ex-jogador de futebol, de 82 anos, está internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, desde a última terça-feira (29), com uma infecção respiratória.

"Pray for the King ['ore pelo rei', em inglês]", escreveu Mbappé na publicação, que em minutos teve milhares de curtidas.

Segundo divulgou a Folha de S. Paulo neste sábado (3), Pelé não responde mais ao tratamento quimioterápico que vinha fazendo desde setembro do ano passado, quando foi operado de um câncer de intestino, segundo O ex-jogador de futebol está internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, desde a última terça-feira (29), com uma infecção respiratória.

De acordo com o jornal, o 'rei do futebol' está em cuidados paliativos exclusivos, a quimioterapia foi suspensa e ele segue recebendo medidas de conforto, para aliviar a dor e a falta de ar, por exemplo, sem ser submetido a terapias invasivas.

Em um boletim médico divulgado nesta sexta-feira (2), o hospital informou que Pelé foi diagnosticado com uma infecção respiratória, que vem sendo tratada com antibióticos. De acordo com os médicos da unidade, a resposta do ex-atleta tem sido adequada e ele segue em um quarto comum, está estável, com melhora geral no estado de saúde.

"Edson Arantes do Nascimento foi internado no Hospital Israelita Albert Einstein na última terça-feira (29) para uma reavaliação da terapia quimioterápica do tumor de colón identificado em setembro de 2021. A equipe médica diagnosticou uma infecção respiratória, que vem sendo tratada com antibióticos. A resposta tem sido adequada e o paciente, que segue em quarto comum, está estável, com melhora geral no estado de saúde. O ex-jogador continuará internado nos próximos dias para continuidade do tratamento", diz o boletim divulgado pela assessoria do Hospital Israelita Albert Einstein.