Jogador do PSG teria boicotado partida para não vestir camisa de campanha contra homofobia

Gueye, meia do Paris Saint-Germain, teria ficado fora pela segunda vez em jogo que marca a campanha contra homofobia no Campeonato Francês

O Paris Saint-Germain entrou em campo pela penúltima rodada do Campeonato Francês no sábado em jogo que marcou uma campanha contra a homofobia. Porém, o foco na imprensa francesa foi para Gueye, meio-campista do clube, que teria sido desfalque por não querer vestir a camisa com as cores do arco-íris.

Após a partida, o técnico Mauricio Pochettino revelou que Gueye não jogou por ‘motivos pessoais’ e descartou uma lesão. Isso aumentou as especulações para um boicote do jogador.

A imprensa francesa ainda destacou que esta não seria a primeira vez que Gueye não participa de uma campanha contra a homofobia. No ano passado, o meia também foi desfalque do Paris Saint-Germain na partida do Campeonato Francês que teve a ação em defesa da comunidade LGBTQIA +. Na época, o motivo revelado foi uma gastroenterite.

A campanha foi adotada pelo Campeonato Francês em 2019. Em que nos jogos próximos a dia mundial contra a homofobia, 17 de maio, as equipes entram em campo com as cores do arco-íris, símbolo da comunidade LGBTQIA+.