Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

Primeira etapa do Circuito Brasileiro de Surf começa nesta segunda (6) no Pontal da Barra, em Maceió

Esta etapa do CBSurf PRO contará com a presença de Adriano de Souza, campeão mundial em 2015

O CBSurf PRO vai começar e, desta vez, para abrir a temporada do surfe profissional no Brasil, a cidade escolhida para sediar o evento foi Maceió. Nesta segunda (6), a competição conta com números recordes de inscritos: são 220 atletas, sendo 188 homens e 32 mulheres, que vão disputar a primeira bateria da competição.

A etapa se estende, em solo alagoano, até o domingo (12), onde acontecerão as grandes finais, masculinas e femininas.

Leia também

O evento e premiações

A corrida para o título de campeão brasileiro começa na praia do Pontal da Barra, conhecida por suas ondas propícias à pratica do surfe.

Para abrir a competição com chave de ouro, o CBSurf PRO contará com uma premiação total de R$ 280.000, para cada uma das seis etapas da temporada de 2022 do surfe brasileiro. Já para a categoria profissional, o valor total será de R$ 1.680.000.

O circuito oferecerá aos competidores um planejamento financeiro mais viável, em termos de viagens pelo Brasil, além de poderem começar a sonhar com uma carreira sólida e com melhores perspectivas de futuro.


				
					Primeira etapa do Circuito Brasileiro de Surf começa nesta segunda (6) no Pontal da Barra, em Maceió
Adriano foi campeão mundial de Surf em 2015 e vencedor de sete etapas na elite mundial. Foto: Kirstin Scholtz

Presenças de peso

As presenças que farão toda a diferença no clima da competição serão: Adriano de Souza, campeão mundial de 2015 e vencedor de sete etapas na elite mundial; Willian Cardoso, vencedor da etapa de Uluwatu em 2018; e Ian Gouveia, que além de ex-surfista da elite mundial, é também campeão brasileiro.

No lado das mulheres, está confirmada a presença da cearense Silvana Lima, vice-campeã mundial de 2008 e 2009 e tricampeã brasileira, além de nomes da nova geração, como as promessas catarinenses Laura Raupp e Tainá Hinckel.

Além da grana

Em Alagoas, a CBSurf não chega somente com a primeira etapa da Competição Nacional, a Confederação Nacional de Surf traz, pela primeira vez, o projeto A CARAVANA DO SURFE, que começa com as seguintes ações: um curso para qualificação de juízes, que será ministrado por Jordão Baillo.

A Caravana conta também com um curso para capacitação de instrutores de Escolas de Surfe, que será guiado por Karina Abras, uma palestra sobre necessidades jurídicas para aberturas de Clubes, Associações e Federações, com Geraldo Cavalcanti, e, para finalizar, um painel com a palestra sobre o projeto Escolas de Surfe Social, que será liderado por Jojó de Olivença.

As ações serão transmitidas ao vivo pelo Canal do YouTube da CBSurf. De Alagoas, o CBSurf PRO 2022 segue para outros estados do Nordeste, Sudeste e Sul do País e, junto com a Taça Brasil (circuito da divisão de acesso), definirá os 64 homens e 32 mulheres que se classificarão para a elite do surfe brasileiro em 2023, o Dream Tour

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas

X