Pequena leoa: Letícia Nunes tem sobrenome de gigante do UFC e ganha o ouro no JEAL

Judoca tem 16 anos, é tricampeã dos Jogos Escolares de Alagoas e irá disputar o Campeonato Nacional em setembro

Alagoas bem representada no judô. Com sobrenome de estrela do UFC, Letícia Nunes (16 anos) levou a medalha de ouro nos Jogos Escolares de Alagoas (JEAL), que foram realizados no último sábado (30). A jovem é tricampeã do JEAL e venceu a competição na categoria com menos de 63Kg.

Letícia conversou com a GazetaWeb e mostrou que se sente muito agradecida com a conquista. A jovem treina desde os 4 anos de idade e disputou sua primeira competição presencial após o lockdown, devido à pandemia da Covid-19.

Letícia comemora o lugar mais alto do pódio após subir de categoria - Foto: Reprodução

Segundo Letícia, subir no lugar mais alto do pódio “foi muito especial, por ser uma competição após a pandemia e por ter me apresentado em uma categoria acima, que é bem mais difícil”, relembra, sorrindo. Letícia subiu de categoria e, consequentemente, de dificuldade na modalidade.

A judoca se apresentará no Open de Judô, que será disputado entre os dias 19 e 20 de agosto, em Alagoas, e, em setembro, disputará o Campeonato Nacional da modalidade, em Aracaju-SE.

A jovem treina na Associação dos Faixas Pretas, mas competiu defendendo a camisa do Intensivo, escola onde estuda.

Sobrenome de peso

Qualquer semelhança não seria mera coincidência. No UFC, no mesmo sábado vitorioso de Letícia, outra brasileira fazia história, mas não no tatame e, sim, no octógono.

Compartilhando o mesmo sobrenome, Amanda Nunes venceu Julianna Peña na categoria Peso Galo e abocanhou o segundo cinturão da carreira, se tornando a primeira e única mulher a defender duas posições na franquia americana do MMA profissional. Amanda defende o título de campeã mundial do peso pena e do peso galo.