Para Mozart, renovação com o CSA mostra trabalho 'muito bem feito'

Treinador e comissão estenderam seu vínculo e continuam no clube em 2022; missão agora é reforçar o elenco

Nas graças do torcedor. Assim pode ser definido o momento do treinador Mozart com o CSA. Com um bom aproveitamento à frente do time somando as duas passagens, o Azulão não perdeu tempo e confirmou a renovação de contrato do técnico e de sua comissão técnica para 2022.

Em contato com a Gazetaweb, Mozart não escondeu a felicidade em permanecer no clube e dar continuidade a um trabalho de longo prazo, algo raro no futebol brasileiro. Segundo o treinador, a sensação é de trabalho bem feito e reconhecido.

“Sentimento que o trabalho foi muito bem feito. E que, principalmente, estamos conseguindo manter uma base vitoriosa, e isso infelizmente no Brasil é muito difícil”, destacou Mozart.

Com sua situação já resolvida, agora o foco de Mozart está todo na próxima temporada. Enquanto os jogadores curtem as férias, o treinador, junto com a comissão técnica e a nova diretoria do clube, começa a mapear o mercado para reforçar a equipe para uma temporada complicada.

“A expectativa é a melhor possível. Temos 3 competições importantes no primeiro semestre, competições duras. Vamos focar nelas. Estamos trabalhando nas renovações e algumas contratações”, completou Mozart.

Contratado em 2020 para tirar o CSA da parte de baixo da tabela, Mozart conseguiu o objetivo e quase colocou o time na Série A de 2021. No ano seguinte, acabou deixando o clube, mas voltou e novamente tirou o time da parte de baixo da tabela e terminou o campeonato na 5ª colocação, dois pontos atrás do acesso.

Em 63 jogos comandando a equipe, Mozart conseguiu 31 vitórias, 21 empates e 11 derrotas. Um aproveitamento de 55% no clube. Sob seu comando, o CSA marcou 104 gols e levou outros 51.