'GoleaAsa': Gigante atropela o Jaciobá em Arapiraca em estreia no Alagoano: 5 a 0

Com dois gols cada, Roger Gaúcho e Anderson Feijão foram os destaques do jogo. Até então, o Gigante é líder do torneio, e o JAC, o lanterna

Sábado de chocolate em Arapiraca! No Fumeirão, o ASA deu muito poucas chances ao Jaciobá e orgulhou o torcedor e o treinador Celso Teixeira. Na condição de visitante, o Alvinegro goleou o adversário por 5 a 0 em ritimo de treino, em partida válida pela 1ª rodada do Campeonato Alagoano 2022.

Roger Gaúcho e Anderson Feijão foram os destaques do jogo com dois gols cada. Ainda, Caique Valdívia também deixou o dele antes do apito final. Com a vitória, a equipe ultrapassou o CSA e assumiu a liderança da competição, devido ao saldo de gols, pelo menos até o término dos outros confrontos.

Já o Jaciobá é o lanterna com menos cinco de saldo. Uma derrota dura para o time comandado por Antônio Fernandes, que vai precisar levantar o moral dos atletas para os próximos compromissos. Em suma, ficou nítida a diferença tática e técnica entre os elencos. O placar poderia ter sido maior.

PRIMEIRO TEMPO

Foi ataque contra defesa desde o começo da partida. Aliás, em todo o duelo. O Jaciobá simplesmente não conseguiu ameaçar a meta do arqueiro Deola. Nas poucas tentativas, perdia o domínio da pelota no último terço de campo, faciltando a vida dos defensores alvinegros.

Assim, aos poucos, com Caique articulando as jogadas no meio de campo, o ASA foi ameçando em lances de bola parada até conseguir abrir o placar aos 14 minutos. Em vacilo do goleiro Luigy devido à pressão do Gigante, Xande invadiu a área pela ponta esquerda, chamando a marcação, e apenas rolou para Roger Gaúcho, debaixo da trave e sozinho, empurrar para a rede: 1 a 0.

Aos 14 minutos, Roger Gáucho abriu o caminho da goleada do ASA no Coaracy da Mata Fonsenca - Foto: Remir Peixoto /Ascom ASA

O JAC tentou ameaçar na sequência. Em cobrança de escanteio, Michel levantou a bola no segundo pau, Caranguejo tentou voleio, porém chutou sem precisão e Deola só encaixou, recolocando a pelota em jogo. Aos 20', Caique não acreditou no tento que perdeu.

Em descida rápida, João Rosa entrou na área em velocidade e rolou para o camisa 10 só marcar e sair para o abraço, o que não aconteceu. Livre de marcação e pouco focado na jogada, o meia apenas resvalou na bola mandando para fora. Ele colocou as mãos na cabela, incrédulo.

Valdivia perdeu chance de ampliar o placar aos 20', mas conseguiu se redimir na etapa final - Foto: Remir Peixoto /Ascom ASA

Em nova investida, Xande passou do adversário fácil, no um contra um, finalizou de canhota no canto esquerdo, mas Luigy encaixou sem dificuldades. Fez o mesmo aos 30 minutos em arremate de Roger. E assim, neste ritmo, seguiu a partida até e chegada do intervalo.

SEGUNDO TEMPO

O ASA continou na mesma pegada e foi tanto superior, que aos 28 minutos, o treinador Celso Texeira nitidamente fez alterações apenas para testar novos jogadores. Isso porque o placar já anotava 4 a 0 a favor da equipe arapiraquense. Ou seja, o Jaciobá sofreu bastante.

Em síntese, as jogadas que não foram concluídas em gol na etapa inicial por causa da boa defesa do defensor oponente ou devido a algum vacilo do próprio ataque alvinegro, passaram a ser bem trabalhadas e finalizadas com sucesso, o que refletiu no placar.

Logo aos 5 minutos, Anderson Feijão tratou de deixar a torcida mais tranquila e feliz. Em levantamento para a área, Benne dividiu com a zaga e cruzou de carrinho, inteligentemente, para o camisa 8 chegar empurrando para o alvo: 2 a 0.

Anderson Feijão aproveitou passes de Benne e Roger Gaúcho e balançou a rede do JAC duas vezes - Foto: Remir Peixoto /Ascom ASA

O terceiro tento alvinegro veio aos 26 minutos depois de muitas faltas e algumas substituções que, naturalmete, interromperam o prosseguimento da partida. Instantes depois, Rogero Gáucho rolou para o mesmo atacante anotar o segundo dele no confronto: 3 a 0.

Incansável, o ASA manteve a pressão e foi premiado aos 28' e aos 35' em contra-golpe e cobrança de escanteio, respectivamente. No primeira jogada, Roger Gaúcho recebe ótimo lançamento de Jorginho, driblou o goleiro e bateu rasteiro no canto: 3 a 0

Na segunda, a bola veio à meia altura e foi desvida no primeiro pau. Na sequência, a zaga do JAC bateu cabeça e, na sobra, Caique Valdívia empurrou para as redes de carrinho. 5 a 0 em Arapiraca e fim de jogo.

Meia Fidelis também teve boa atuação em Arapiraca - Foto: Remir Peixoto /Ascom ASA

Calendário

As equipes só voltam a campo no próximo meio e fim de semana pela 2ª rodada. Nesse sentido, o ASA recebe o Murici, que ainda não estreou, em Arapiraca, às 16h, do domingo (31). No que lhe toca, o Jaciobá visita o CSA, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, na quinta-feira (27), a partir das 20h. Ambos os jogos serão pelo horário de Brasília.