Fora de casa, CSA e CRB entram em campo no próximo sábado pelas quartas de final da Copa do Nordeste

Azulinos irão encarar o Fortaleza na capital cearense, enquanto regatianos visitam o Bahia em Salvador; jogos serão confrontos únicos e acontecerão às 16h

Os representantes alagoanos seguem firmes na disputa pela taça da Copa do Nordeste. A classificação veio de forma diferente para os dois. O CRB definiu a sua situação uma rodada antes, com o empate do 4 de Julho-PI, então concorrente do Galo no Grupo A, com o ABC em Natal. Já o CSA teve que submeter à emoção da última rodada, quando empatou com o Sampaio Corrêa no Maranhão e precisou contar com a derrota do ABC para o Bahia em Salvador.

Apesar das trajetórias distintas, azulinos e regatianos irão encarar desafios gigantescos na luta para chegar à semifinal. O Azulão, que acabou a primeira fase na quarta colocação do Grupo B, irá enfrentar o Fortaleza, líder da chave, no Castelão. Por sua vez, o Galo, terceiro do Grupo A, visita o Bahia, vice-lider do grupo, no Pituaçu, em Salvador. As partidas, válidas pelas quartas de final da competição, serão configuradas em confrontos únicos - sem jogos de volta – e acontecerão neste sábado (17), às 16h.

Se superarem os rivais, marujos e alvirrubros protagonizarão fazer o Clássico das Multidões na semifinal, algo nunca visto antes na competição. Também, ao fazer o duelo inédito, colocarão Alagoas de volta à final da competição após oito anos, quando o ASA chegou à decisão com o Campinense em 2013.

Mais dois confrontos completam as quartas de final na outra chave. Também no sábado, o Vitória recebe o Altos-PI no Barradão, em Salvador, às 18h30. Já no domingo (18), Ceará e Sampaio Corrêa se chocam na capital cearense, no Castelão, para definir o último classificado às semifinais.

Uma das novidades na fase final da Copa do Nordeste é o uso do VAR. Todos os oito clubes entraram em acordo e os jogos das quartas de final, semifinal e final terão a utilização do árbitro de vídeo.

Histórico

Diferentemente do fiasco da última edição, o CSA se consolidou na disputa e chega na segunda fase confiante. O Azulão está muito próximo de repetir suas melhores campanhas na competição, onde chegou à semifinal em 1999 e 2010, sendo eliminado para Bahia e Vitória, respectivamente.

Azulão tem chances reais de repetir 2010 e chegar nas semifinais - Foto: Ailton Cruz

Após ficar de fora dos oito melhores na temporada passada, o CRB conquistou a sua terceira classificação para o mata-mata em cinco anos. Com isso, o Galo continua vivo no objetivo de erguer o troféu e, com isso, superar a campanha de 1994, onde o Regatas foi derrotado nos pênaltis para o Sport. Vale ressaltar que naquele ano os alvicelestes superaram o Cruzeiro de Arapiraca nas semifinais.

Galo busca superar o vice de 1994 nessa temporada - Foto: Museu dos Esportes

O Clássico das Multidões na Copa do Nordeste tem cheiro de empate: sete dos dez confrontos na competição. Apesar do forte equilíbrio, o Azulão leva a vantagem mínima sobre o Galo. Foram duas vitórias marujas contra uma regatiana. O time alviceleste não perde desde 2017, fazendo os alvirrubros amargarem uma sequência de quatro jogos sem triunfar.