Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

CSE faz bela partida contra Lagarto, mas volta a empatar na Série D: 3 a 3

Na estreia do técnico Betinho, Tricolorido domina ações, mas peca na hora de se defender

Foi por pouco, mas o CSE segue sem vencer na Série D do Brasileiro. Na tarde deste domingo (1), no Estádio Barretão, em Lagarto, o Tricolorido visitou o Lagarto, pela 5ª rodada do torneio. Apesar de ter jogado melhor boa parte do tempo, a equipe sucumbiu e acabou sofrendo um doloroso empate em 3 a 3.

Enquanto Edinho, Júnior Timbó e Vargas fizeram para o CSE. Leozão, Guilherme Lucena e Pedro Henrique recuperaram o Lagarto. Na tabela, o CSE fica no G4, com três pontos e o 3º lugar. Os sergipanos vem logo após, também com três pontos, em quarto.

Leia também

Os gols

O primeiro tempo foi de amplo domínio palmeirense. Logo aos cinco minutos, a novidade no time titular, Júnior Timbó fez uma bela jogada individual e chutou com perigo, quase marcando o primeiro. Após isso, a defesa se segurou bem e o ataque continuou chegando, especialmente pelo meio.

Tanta insistência, finalmente deu resultado. Aos 29 minutos, o CSE aproveitou a falha na defesa sergipana e Edinho apareceu no lugar certo para abrir o placar. O Lagarto logo deu uma acordada para buscar o empate, mas pecou na hora de chegar no campo de ataque.

No segundo tempo, não demorou para o furacão do CSE partir para cima. Logo no primeiro minuto, o Tricolorido conseguiu abrir 2 a 0. Destaque da equipe, Matheus Régis fez um cruzamento certeiro para Júnior Timbó cabecear e abrir vantagem.


				
					CSE faz bela partida contra Lagarto, mas volta a empatar na Série D: 3 a 3
Tricolorido ficou na frente do placar em duas oportunidades. Ítalo Ramon/CSE

Porém, enganou-se quem achou que tudo estava caminhando para um final feliz. Demorou, mas finalmente o Lagarto chegou ao ataque. Pouco produtivo, o clube teve que aproveitar toda vez que chegava, assim, Leozão não titubeou. Aos 10 minutos, o atacante recebeu bom cruzamento e diminuiu para 2 a 1.

O gol incendiou a partida e deu um novo ânimo para os sergipanos. O CSE perdeu-se após sofrer o primeiro gol, e não demorou para deixar o resultado escapar. Com 18min, Guilherme Lucena conseguiu cobrar uma falta na medida, que enganou a todos e foi direto no gol: 2 a 2.

A partir daí, o jogo virou uma verdadeira loucura, com uma chuva de gols. Após Betinho mexer bem na equipe, finalmente um sinal de memória. O terceiro gol palmeirense saiu aos 35 minutos, Vargas, novamente em jogada aérea, mandou direto no fundo das redes.

A vitória parecia certa, porém, novamente, houve um vacilo na defesa do CSE, no qual o Lagarto aproveitou. Aos 40 minutos, já nos minutos finais, Jerfesson deu rebote para Pedro Henrique, que não teve dificuldades para finalizar e conseguiu um empate, no mínimo heroico, para os donos da casa. Final: Lagarto 3x3 CSE.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas

X