CRB supera expulsão de Romão e vence o Grêmio com dois gols de Diogo Silva: 2x0

Galo tem lateral esquerdo expulso ainda no primeiro tempo, mas goleiro resolve em duas cobranças de pênalti

A noite deste sábado (13) foi completamente inesquecível para o regatiano e angustiante para o gremista. Jogando no Estádio Rei Pelé, em Maceió, o CRB derrotou o Grêmio de uma maneira heroica, por 2 a 0, e ainda com um herói improvável. O autor dos tentos do Galo foi o goleiro Diogo Silva, de pênalti, no duelo válido pela 24ª rodada da Série B. No primeiro tempo, o time alagoano ainda teve um jogador expulso, que deixou o triunfo com um gosto ainda mais especial.

Vale lembrar que o Tricolor vinha de uma sequência de 17 partidas sem perder, invencibilidade quebrada pelos alvirrubros. Confira como foi a grande vitória do CRB, por 2 a 1, sobre o Grêmio, através do Tempo Real da Gazetaweb.com! Clique aqui!

A imponente vitória recolocou o CRB na primeira página da classificação. O Regatas reassumiu a nona colocação da Segundona, agora com 32 pontos e um certo alívio em relação à zona do rebaixamento. O Imortal, por outro lado, acabou sendo ultrapassado pelo Bahia. Com isso, encerra a rodada na terceira posição, com os mesmos 43 pontos.

Com o triunfo, Galo encerrou série de 17 jogos invicto do Grêmio - Foto: Ailton Cruz

Os dois clubes voltam para o campo na próxima semana, já pela 25ª rodada do torneio. O tempo de descanso será generoso para ambos. O CRB só joga no sábado, dia 20, às 19 horas, enfrentando o Sampaio Corrêa no Castelão, em São Luís-MA. O Grêmio joga no dia seguinte, 21, dentro de casa, em um confronto direto pelo G4. O adversário será o líder Cruzeiro, às 16 horas.

1º TEMPO

Para o alívio do torcedor regatiano, o técnico Daniel Paulista conseguiu o retorno de algumas peças importantes, montando uma equipe mais segura para encarar o Grêmio. A partida começou animada, com boas chegadas de ambos. A primeira finalização foi aos 3 minutos. Após cobrança de escanteio, Paulinho Moccelin arriscou no rebote, mas errou o alvo.

Porém, na segunda chegada regatiana, Guilherme Romão fez boa jogada individual e foi derrubado na entrada da área por Biel. Em campo, a arbitragem marcou a penalidade. Para a surpresa de muitos, quem foi para a cobrança foi o goleiro Diogo Silva. Na experiência e com uma paradinha sapeca, ele deslocou Brenno, batendo no lado esquerdo, abrindo o placar: 1 a 0 para o Galo.

Diogo Silva deslocou o goleiro Brenno e abriu o placar no Trapichão - Foto: Ailton Cruz

O gol foi extremamente comemorado e abalou a equipe gremista. Confortável, o Regatas assustou de novo com 13min. Raul Prata cruzou e Diego Ivo cabeceou para o centro. Por sorte, Geromel afastou na hora certa. O Galo seguiu melhor em campo, anulando todas as tentativas gaúchas. Aos 19, Raul Prata cobrou falta e Gum tentou de cabeça, mas Brenno fez uma bela defesa.

Em jogada de velocidade, Biel tentou a resposta, aos 20 minutos. Mas, sozinho, só conseguiu uma fraca finalização, para a defesa de Diogo Silva. O segundo gol do CRB estava bem maduro, mas aos 23 minutos, as coisas mudaram. Em lance no meio, Guilherme Romão acabou atingindo o tornozelo de Rodrigo Ferreira com um pisão. A arbitragem aplicou o amarelo para o regatiano, mas após a checagem no VAR, Romão foi expulso.

Com isso, o embate ficou frenético e quente, com o Grêmio correndo atrás do empate e o CRB reclamando da arbitragem. Aos 32, Campaz arriscou um chute e Diogo espalmou perfeitamente. No contra-ataque, aos 34min, Paulinho Moccelin finalizou de fora e a bola explodiu no braço de Pedro Geromel. Novamente, perto do lance, Vinícius Gonçalves assinalou a penalidade.

Novamente o arqueiro Diogo Silva foi para a cobrança. O goleiro, com tanta experiência, foi para a bola e bateu no lado direito de Brenno, ampliando a vantagem regatiana para 2 a 0. O Tricolor estava desguarnecido, totalmente perdido em campo, enquanto o Galo estava com o duelo na mão. Aos 38, o Grêmio chegou perto do gol com Biel, mas, ele acabou finalizando para fora.

Grande herói da partida, Diogo Silva vibra com seus companheiros após segundo gol marcado - Foto: Ailton Cruz

Os minutos finais foram de um Imortal perdido, sem saber o que fazer com a bola. Por outro lado, o CRB estava calmo, deixando o Grêmio se atrapalhar sozinho, já que o adversário errava passes com facilidade. Por toda a confusão do primeiro tempo, a arbitragem indiciou seis de acréscimos. O Tricolor partiu para cima, mas sem finalizar no gol. A última chance, porém, quase teve rede balançando. Aos 51, sozinho na área, Biel finalizou de primeira e a redonda desviou a trave, no ato final da primeira etapa.

2º TEMPO

Após o péssimo primeiro tempo, Roger Machado mudou a equipe no intervalo, pelo menos para tentar o empate. A chance de diminuir veio logo no primeiro minuto. Guilherme fez bom cruzamento e Biel chegou finalizando de cabeça, muito perto do gol. O Grêmio seguiu muito próximo da área, e com muita posse, que era inútil, já que a equipe não finalizava na meta de Diogo.

Com a desvantagem numérica, o Galo não forçou as jogadas ofensivas e optou pelo contra-ataque. O Tricolor Gaúcho não dava respostas positivas, então Roger acionou Janderson e Gabriel Silva, para dar mais velocidade ao ataque. Com 20 minutos, Bitello arriscou de fora da área, mas nem deu trabalho para o arqueiro regatiano.

Mesmo com um jogador a mais, Tricolor teve atuação medíocre na busca pelo empate - Foto: Ailton Cruz

Preocupado e muito feliz com o resultado, Daniel Paulista modificou a equipe, abrindo mão de Gabriel Conceição para colocar mais um defensor. A medida deu certo e o time de Roger Machado seguiu com muita dificuldade para atacar. Com 27 minutos, Gabriel Silva precisou finalizar de fora da área, mas Diogo Silva encaixou com perfeição.

Apesar de não dar trabalho para o goleiro Brenno, o desempenho defensivo do Galo era invejável. Com 37 minutos, Elkeson conseguiu invadir a grande área. A finalização, porém, foi mal executada, já que a bola subiu demais. Com 39, Diogo Barbosa colocou a redonda na cabeça de Thaciano, que finalizou para fora. Boa parte do segundo tempo foi de muito toque e pouquíssimas chances criadas.

Vinícius Gonçalves Dias aumentou apenas cinco minutos ao tempo regulamentar, pouco tempo para quem pouco fez em 90 minutos. Para o CRB, era questão de tempo para garantir o triunfo. Com 46, Reginaldo fez belo cruzamento para Richard, que chegou atrasado e não marcou o terceiro. Na derradeira chance do jogo, Janderson foi em velocidade na direção do gol, gingou e finalizou fraco, para fora, dando números finais ao confronto: CRB 2x0 Grêmio.

Alvirrubro encerrou uma sequência negativa de três partidas sem vencer - Foto: Ailton Cruz

Ficha técnica

CRB - Diogo Silva; Raul Prata, Gum, Diego Ivo e Guilherme Romão; Jalysson, Claudinei (Uillian Correia) e Rafael Longuine (Bruninho); Paulinho Moccelin (Richard), Fabinho (Guilherme Lopes) e Gabriel Conceição (Reginaldo). Técnico: Daniel Paulista.

Grêmio - Brenno; Rodrigo Ferreira, Pedro Geromel (Bitello), Bruno Alves e Diogo Barbosa; Villasanti, Lucas Leiva (Elkeson) e Campaz (Gabriel Silva); Biel (Thaciano), Guilherme (Janderson) e Diego Souza. Técnico: Roger Machado.

Gols - Diogo Silva (CRB - 6'/1T e 35'/1T)

Cartões amarelos - Geromel (Grêmio - suspenso); Jalysson (CRB)

Cartões vermelhos - Guilherme Romão (CRB)

Árbitro - Vinicius Gonçalves Dias Araujo (CBF/SP)

Assistentes - Luiz Alberto Andrini Nogueira (CBF/SP) e Leandro Matos Feitosa (CBF/SP)

Quarto árbitro - José Ricardo Vasconcellos Laranjeira (CBF/AL)

VAR - Adriano de Assis Miranda (CBF/SP)

Assistente do VAR - Fábio Rogério Baesteiro (CBF/SP)