Contra o Vila Nova em ascensão, CRB tenta reencontrar vitórias na Série B

No OBA, em Goiânia, Galo tenta apagar de vez a derrota para o Cruzeiro e ficar na metade superior da tabela

Nesta quinta-feira (22), o CRB entra em campo pela 31ª rodada da Série B do Brasileiro. O adversário da vez é o Vila Nova, que está lá embaixo, mas vive um grande momento na competição. O embate está marcado para as 21h30, no OBA, em Goiânia. O Colorado vai para o confronto precisando vencer para garantir mais uma rodada fora do Z4; já o Galo quer vencer para alimentar as chances mínimas de acesso.

Panorama

O CRB chega ao OBA querendo afastar um possível início de má fase. Apesar de vir de duas partidas jogando no Rei Pelé, o time não venceu nenhuma. Empatou com o CSA e perdeu para o líder Cruzeiro. A situação derrubou o Galo de sétimo para nono lugar, ainda com 40 pontos e muito longe do grupo de acesso. Contudo, contra o Vila, a equipe tem a oportunidade de espantar esse fantasma e, se vencer, livrar quase todas as chances de queda.

Galo vem de uma dura derrota para o Cruzeiro, dentro de casa - Foto: Ailton Cruz

Já o Vila é um time completamente diferente daquele que foi derrotado pelo CRB no primeiro turno. Sob o comando de Allan Aal, ex-regatiano, o Tigrão conseguiu uma incrível reação e está fora da zona do rebaixamento, após um longo período. O clube goiano é o atual 16º colocado, com 34 pontos. Uma vitória em deixaria o Colorado livre do Z4, pelo menos por mais uma rodada.

CRB

O Galo entra em campo pilhado. São dois resultados ruins nas últimas duas rodadas e muita crítica por parte da torcida. E mais, o desempenho do CRB contra equipes brigando contra a queda não vem sendo muito positivo, principalmente por não ter vencido clubes como CSA, Náutico e Guarani.

Para enfrentar os goianos, Daniel Paulista não terá a presença do atacante Fabinho. O jogador sentiu um problema na coxa direita, na última semana, e deve seguir sendo desfalque, assim como Gilvan. O zagueiro, ainda sem condições médicas, deve seguir fora, em tratamento no Departamento Médico. Por isso, a briga pela titularidade fica entre Wellington Carvalho e Diego Ivo.

Rafael Longuine é o principal reforço para o técnico Daniel Paulista contra o Tigre - Foto: Ailton Cruz

A boa notícia é que o técnico Daniel Paulista ganha o retorno de Rafael Longuine, que cumpriu suspensão. Com isso, o meio deve voltar a ter um jogador que segura mais a bola e Bruninho deve ficar no banco de reservas. A grande dúvida pode ser, também, na posição de primeiro volante. Se Daniel quiser soltar mais a equipe, Claudinei pode dar lugar a Jalysson.

No mais, a estrutura do Regatas deve seguir a mesma das últimas partidas. Entretanto, o que vem incomodando é a postura defensiva. Por isso, o CRB deve jogar com: Diogo Silva; Raul Prata, Gum, Diego Ivo (Wellington Carvalho) e Guilherme Romão; Claudinei (Jalysson), Juninho Valoura e Rafael Longuine; Emerson Negueba, Paulinho Moccelin e Anselmo Ramon.

VILA NOVA

O Vila foi apontado por muitos como um caso perdido. O time passou boa parte da Série B dentro da zona do rebaixamento, inclusive, possui até o hoje o status de equipe que menos venceu na Segundona. Porém, isso parece estar no passado. Com a chegada de Allan Aal, o Colorado engatou no segundo turno e já soma uma sequência invejável. São três vitórias nos últimos quatro jogos.

Allan Aal vai reencontrar o seu ex-clube, querendo salvar o Vila Nova do rebaixamento - Foto: Wesley Costa/O Popular

A formação utilizada pelo técnico do Tigrão lembra muito os tempos de CRB. Com uma defesa consistente, Allan Aal costuma optar pelo 4-3-3. No Vila não é diferente e a formação deve ser mantida para encarar o Galo. O treinador não tem nenhum grande problema com lesão, fora aqueles que já se encontravam no Departamento Médico, casos de Arthur Rezende, Neto Pessoa e Renan Bressan.

Fora isso, nenhum jogador do Vila está pendurado. Por isso, o Vila deverá ter força máxima. A ideia é que a escalação das últimas partidas seja mantida com: Tony; Alex Silva, Rafael Donato, Matheus Mancini e Willian Formiga; Sousa, Jean Martim e Wagner; Dentinho, Kaio Nunes e Daniel Amorim.

Arbitragem

Para esse confronto importantíssimo no OBA, a arbitragem de campo será de Wagner do Nascimento Magalhaes (FIFA). Seus assistentes serão Luiz Claudio Regazone (CBF/RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (CBF/RJ). No cargo de quarto árbitro, a presença será de Rubens Paulo Rodrigues dos Santos (CBF/GO). Já no VAR, Rodrigo Carvalhaes de Miranda (CBF/RJ) comanda ao lado do seu assistente Philip Georg Bennett (CBF/RJ).