Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

Com vantagem regatiana, CRB e ASA definem campeão alagoano de 2023

Galo venceu partida fora de casa por 2 a 0 e joga por um simples empate, enquanto Alvinegro precisa golear

Na tarde deste sábado (8), a partir das 16 horas, conheceremos quem irá se consagrar como campeão alagoano 2023. No Estádio Rei Pelé, em Maceió, CRB e ASA fazem o confronto de volta da finalíssima do Campeonato Estadual, que acontece cheia de expectativas. O Galo tem a mão na taça por conta do resultado na ida, enquanto o Alvinegro precisa de uma remontada para garantir o caneco. A final é transmitida pela rádio Gazeta, ao vivo, pela 94.1

Na partida de ida, semana passada, em Arapiraca, o time regatiano foi soberano e venceu com gols de Alemão e Mike, ambos de cabeça. Com esse placar, o cálculo para o CRB sair campeão é bem mais simples. Qualquer vitória ou empate, deixa o troféu em Maceió.

Leia também

Além disso, até mesmo um triunfo do Fantasma por um gol de diferença é o suficiente para fazer o CRB campeão. Já para o ASA conquistar sua oitava taça, é necessária uma goleada de três ou mais gols. Qualquer resultado positivo por dois gols de diferença (2x0; 3x1; 4x2, etc.) leva a decisão para os pênaltis.


				
					Com vantagem regatiana, CRB e ASA definem campeão alagoano de 2023
Alemão não enfrenta o Sampaio. Ailton Cruz

Cenário

As duas equipes tiveram a semana completamente livre para se preparar. O CRB, ainda invicto no Campeonato Alagoano, se coloca como franco favorito para levar o título contra o rival. O Alvirrubro tenta tornar-se o primeiro campeão invicto desde 1986, além de conquistar o bicampeonato consecutivo.

Do lado do Alvinegro, conquistar o troféu seria tirar o ASA da fila, que já dura 12 anos. Desde 2011 o time arapiraquense não sabe o que é conquistar um título estadual, por isso a grande importância nesta decisão.

CRB

O resultado obtido em Arapiraca não poderia ter vindo em melhor hora. Mesmo com um desempenho um pouco tímido, o CRB deu um passe enorme para conquistar o seu 33º título do Campeonato Alagoano.

Mas, mesmo com o placar agregado sendo favorável, o discurso dentro do clube é de pés no chão. Por isso, é possível que a equipe titular seja completamente mantida. Uma possível mudança, porém, pode vir na ponta. Nos últimos jogos, Umberto Louzer vem apostando em Hereda e Matheus pelo lado direito, para fazerem uma dobra ofensiva.


				
					Com vantagem regatiana, CRB e ASA definem campeão alagoano de 2023
Matheus Ribeiro vem sendo peça fundamental na equipe. Ailton Cruz

No meio, Juninho Valoura e Auremir não devem ser mexidos, muito por conta da boa atuação na partida de ida. Anderson Leite e Saimon são os jogadores que ainda seguem no Departamento Médico e não estarão entre os relacionados. Na zaga, Gum deve seguir como titular ao lado de Fábio Alemão.

Assim, sem maiores surpresas, a escalação do CRB para a grande decisão deve ser: Diogo Silva; Matheus Ribeiro, Gum, Fábio Alemão e Guilherme Romão; Auremir, Juninho Valoura e João Paulo; Mike (Hereda), Renato e Anselmo Ramon.

ASA

A situação não é nada fácil, mas o elenco do ASA segue confiando numa virada histórica para ser campeão alagoano. Focado nesta partida, o time trabalhou com treinamentos fechados, durante toda a semana, para não dar pistas.

Por conta disso, é muito provável que a escalação sofra mudanças brandas. A primeira deve acontecer no meio. Com Zé Wilson livre de suspensão, provavelmente ele entrará na equipe no lugar de Everton Heleno. Outro que pode voltar é Joãozinho, já recuperado de lesão. Com isso, ele deve ficar no ataque e Anderson Feijão volta para o meio campo.


				
					Com vantagem regatiana, CRB e ASA definem campeão alagoano de 2023
Joãozinho tem boas chances de retornar a equipe titular. Ailton Cruz

Quem não deve iniciar jogando é o meia Didira que, apesar de ter sido elogiado pela torcida no jogo de ida, durou pouco no segundo tempo. Pressionado, o técnico Sidney Moraes não deu muitas pistas, mas a ideia é um Fantasma bem ofensivo no Rei Pelé.

Em meio a tentativa de remontada, o Gigante deve entrar em campo com: Renan Rinaldi; Lázaro, Fábio Aguiar, Cris Lucca e Wendel; Zé Wilson, Fidelis e Anderson Feijão; Joãozinho, Vitinho e Lúcio Maranhão.

Arbitragem

Diferentemente da partida de ida, a arbitragem da volta será completamente alagoana. Quem comandará CRB x ASA será o experiente Denis Ribeiro Serafim (CBF/AL), com auxílios de Pedro Jorge Santos de Araújo (CBF/AL) e Brígida Cirilo Ferreira (FIFA/AL). O quarto árbitro será José Jaini Oliveira Bispo (CBF/AL) e o quinto árbitro será Antônio Ibiapina Alvarenga (FAF).

O VAR também terá apenas alagoanos. José Ricardo Laranjeira (CBF/AL) será o árbitro de vídeo (VAR), enquanto Ruan Luiz de Barros (CBF/AL) atuará como assistente de vídeo.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas

X