Com oito jogadores dos finalistas ASA e CRB, Federação Alagoana divulga seleção do Estadual

Seleção conta com a presença de jogadores de Galo, Alvinegro e Azulão, além da premiação da revelação e craque do campeonato

O Campeonato Alagoano acabou, mas ainda dá o que falar. Na tarde deste sábado (16), a Federação Alagoana de Futebol (FAF), divulgou a seleção do Campeonato Alagoano, após votação entre integrantes da imprensa que cobriram a competição. O maior destaque dos 11 melhores é o campeão CRB, que contou com quatro atletas eleitos, seguido pelo ASA, com três, e o CSA, que também teve três. Além disso, Mozart, técnico do Azulão, foi eleito o melhor treinador.

Com isso, a seleção do Alagoano 2022 ficou da seguinte forma: Diogo Silva (CRB); Igor (CSA), Gum (CRB), Werley (CSA) e Guilherme Romão (CRB); Claudinei (CRB), Fidélis (ASA), Gabriel (CSA) e Anderson Feijão (ASA); Júnior Viçosa (ASA) e Anselmo Ramon (CRB). Técnico: Mozart (CSA).

Além disso, também houve a eleição do craque do campeonato, vencido por Anderson Feijão, do Fantasma. O meia de 30 anos participou de nove duelos no Estadual e conseguiu marcar seis gols, sendo o vice-artilheiro. Ele também impressionou ao fazer diversas funções no ataque do Alvinegro, seja como ponta, meia ou até mesmo centroavante.

Para levar a honraria, Feijão bateu o goleiro Diogo Silva, do CRB, e o centroavante Anselmo Ramon, também do Galo.

Destaque no Alagoano e Copa Alagoas, Anderson Feijão é o craque do Alagoano - Foto: Divulgação/FAF

Outra premiação que o ASA conseguiu levar foi a de Revelação do Campeonato. Guiados pelo jovem atacante Xande, de apenas 20 anos, o Alvinegro levou o destaque novamente. Com muita habilidade pela ponta, o atacante marcou três gols no Alagoano, inclusive, na semifinal e na grande final, mostrando que tem muito futuro no futebol.

Para vencer o prêmio, Xande bateu o meia Colina, do rival local Cruzeiro, e Léo, que atuou com a camisa do Desportivo Aliança. Apesar da vitória, Xande não figurou na seleção do campeonato.

Com apenas 20 anos, Xande é a revelação do Alagoano - Foto: Divulgação/FAF

Por fim, não foi tão fácil para Mozart levar o prêmio de melhor técnico. Para vencer, o treinador superou Marcelo Cabo, do rival CRB, além de Jota, interino no comando do ASA. Mesmo com o terceiro lugar, a equipe do técnico encerrou com o melhor ataque, com o artilheiro e com apenas uma derrota durante o torneio.

Algumas falta foram sentidas, como do meia Moraes, do Murici, após a bela campanha até chegar à semifinal. Murici, Cruzeiro, Aliança, CSE e Jaciobá foram os únicos clubes sem um sequer premiado.