Campeonato Alagoano Feminino de 2022 terá a presença de 12 clubes

Número de inscritos tem aumento considerável após temporada de 2021 contar a presença de sete times

A Federação Alagoana de Futebol (FAF) anunciou, na tarde desta quarta-feira (27), que 12 equipes se inscreveram para participar do Campeonato Alagoano Feminino 2022. Será um aumento muito importante em relação ao número de inscritos, já que em 2021 apenas sete clubes integraram a competição, que terminou com o CRB campeão.

Para 2022, os competidores são: Acauã, ASA, Canoense, CRB, Cruzeiro de Arapiraca, Desportivo Aliança, Dínamo, Guerreiras, IDEC, Murici, São Domingos e UDA. Entretanto, a data do arbitral ainda não foi definida e há o risco que algumas equipes desistam de participar até lá. No Conselho Arbitral serão definidos os moldes do torneio e o início. O campeão deverá ganhar uma vaga no Campeonato Brasileiro Feminino Série A3 de 2023.

Em 2020 a competição não aconteceu por conta da pandemia da Covid-19. Entretanto, em 2021, foi um grande sucesso. A final foi entre CRB e Acauã, com a vitória do clube regatiano por 4 a 1. Em relação à última temporada, apenas o Atlético Alagoano não estará na disputa. Contudo, ASA, Canoense, Cruzeiro, IDEC, Murici e São Domingos são as grandes novidades.

No histórico, temos 12 campeonatos femininos já realizados. A maior campeã é a UDA, com oito títulos. O Cesmac é bicampeão, além de CRB e ECA terem um título. A maior perda no torneio de 2022 é, novamente, do CSA, vice-campeão alagoano em 2015, 2016, 2017, 2018 e 2019.

Times campeões do Alagoano Feminino:

  • UDA - 8 títulos (2010, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018, 2019)
  • Cesmac - 2 títulos (2011, 2012)
  • ECA - 1 título (2009)
  • CRB - 1 título (2021)