Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

Allan Aal sobre derrota do CRB no clássico: 'Os primeiros 15 minutos foram horríveis'

Treinador lamentou chances de gols perdida pelo Galo, após melhora na etapa final, e mencionou perda de jogadores por covid

O CRB perdeu para o CSA, por 1 a 0, neste sábado (5), pela 3ª rodada do Campeonato Alagoano, no primeiro Clássico das Multidões de 2022. Em entrevista coletiva após a partida, o técnico Alan Aal reconheceu que a derrota regatiana aconteceu muito em decorrência do baixo desempenho apresentado na etapa inicial, quando Galo esteve desorganizado e pouco conseguiu ameaçar a meta do goleiro azulino, Marcelo Carné.

"O primeiro tempo nosso foi muito abaixo, muito apático. Houve pouco entendimento de ocupação de espaço, com a bola e sem a bola. Cometemos erros ali, básicos, de pressão na saída de bola. Ficamos no meio do caminho, tomando algumas triangulações nas costas. E os primeiros 15 minutos foram horríveis", admitiu o comandante.

Leia também

O CRB viu o adversário dominar a partida no começo. Tanto é que Rodrigo Rodrigues abriu o placar para o CSA aos seis minutos de jogo, e Lucas Barcelos quase ampliou aos 14'. Do lado vermelho e branco, Gum acertou o travessão antes do intervalo em levantamento de Diego Torres, também apagado no confronto.


				
					Allan Aal sobre derrota do CRB no clássico: 'Os primeiros 15 minutos foram horríveis'
Aal não gostou nada do início da partida do CRB contra o CSA no último sábado (5). Ailton Cruz

Na etapa final, o CRB não teve tanta inspiração no aspecto criativo, devido ao ímpeto azulino, mas, ainda assim, conseguiu ser mais consistente na marcação. Nesse sentido, criou chances de gols, porém pecou na finalização. Sobre isso, Allan lamentou as oportunidades jogadas fora.

"No segundo tempo, a gente já teve uma postura melhor. Conseguimos corrigir o nosso posicionamento no vestiário. Faltou um pouco de atitude.Mas nos cobramos entre nós. Mesmo assim, quando equilibramos um pouco a partida, tivemos chances que não se pode desperdiçar num clássico", completou ex-zagueiro.

Nesta partida, o CRB não contou com atletas como Marcinho, Richard e Maycon Douglas, porque vem sofrendo com um surto de covid há cerca de 10 dias. Além disso, Bryan jogou na improvisado na lateral e não rendeu na avaliação de Aal, que não usou as ausências para justificar a derrota.

"Nós iniciamos com o Bryan por uma necessidade. O Richard não tinha condições, já que teve de fazer dois exames de covid para negativar, e só teve condições (de jogo) ontem, na hora da concentração. Mesmo sabendo que perdendo jogadores, como a gente perdeu por causa de covid, e estreando alguns que chegaram há três dias atrás, como o (Gustavo) Apis, tínhamos que render melhor", finalizou.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas

X