Marlon Araújo diz que CSA saiu satisfeito da reunião do Arbitral

Mas dirigente azulino disse que Azulão, CRB e ASA queriam que houvesse a vantagem do empate nas semis do Alagoano, mas os outros clubes votaram contra

Presente na reunião do Conselho Arbitral, na manhã desta quinta-feira (23), em Penedo, com representantes da Federação Alagoana de Futebol (FAF) e dos demais clubes que disputarão o Campeonato Alagoano e a Copa Alagoas em 2024, o diretor de Futebol do CSA, Marlon Araújo, disse que o clube saiu satisfeito do encontro e parabenizou a FAF pela realização do evento fora de Maceió, pela primeira vez.

"A grande novidade foi a interiorização do Arbitral, pela primeira vez no interior, na bela cidade de Penedo. Mais um gol de placa que a Federação Alagoana de Futebol marca, com a gestão do Felipe [Feijó, presidente] e sempre buscando inovar, organizar melhor o produto futebol alagoano", disse o dirigente azulino.

Ele lembrou que a FAF já tinha feito um pré-Arbitral com os clubes e que, na ocasião, houve as discussões, as votações simuladas, junto com os representantes dos clubes. "Hoje foi muito mais. Foi o acontecimento, propriamente dito, da confirmação de tudo aquilo que a gente já tinha debatido no pré-Arbitral, no Estádio Rei Pelé, com todos os clubes e o presidente da FAF".

Sobre o que foi aprovado na reunião, em relação ao Alagoano, Marlon Araújo disse, como uma forma de prestar contas ao torcedor, que tanto ASA como CRB e CSA fizeram a propositura de ter vantagem, caso o primeiro e o segundo colocados na primeira fase da competição, enfrentando o terceiro e o quarto, havendo resultados iguais, classificaria o clube de melhor campanha.

"Mas, como é um foro democrático, as demais equipes só aceitaram que a vantagem fosse apenas do mando de campo. A equipe melhor colocada jogaria a segunda partida em casa. Essa é a única vantagem. Terminados os resultados iguais, a decisão sai dos tiros livres da marca do pênalti", disse.

E acrescentou: "Então, só para deixar isso claro para o nosso torcedor que cobra, lá na frente, na semifinal vai cobrar, dizer que o time fez uma melhor campanha e não tem a vantagem. Mas o Arbitral é feito justamente por isso, precisa da concordância de todos os clubes. E, de oito clubes, apenas três queriam essa condição, que foram justamente o CRB, o ASA e o CSA. Os outros cinco votaram para a vantagem ser apenas de jogar a segunda partida em casa. E ficou decidido assim".

Dirigentes dos clubes alagoanos na reunião do Conselho Arbitral, em Penedo - Foto: Henrique Pereira

No entanto, apesar dessa condição que as três maiores equipes do Estado queriam não ter sido aceita pelos demais clubes, Marlon Araújo disse que saiu satisfeito do Conselho Arbitral.

"O CSA sai de Penedo com a certeza de que vamos ter mais um grande campeonato, no padrão que a Federação tem feito nos últimos anos, tanto que produzindo aí a questão de assessoramento para o melhor cuidado dos gramados, a iluminação. Então, a gente está pronto aí para esta competição que vai iniciar aí na segunda parte de janeiro. O CSA, com as demais equipes, juntos para fazer um grande campeonato Alagoano de 2024", encerrou.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p