Daniel Paulista é apresentado como técnico do CRB e fala em 'resgate'

Treinador foi oficializado como treinador na tarde desta terça-feira (30), no Ninho do Galo, em conversa com a imprensa

A tarde desta terça-feira (30) foi de apresentações no CRB. Após dar dois treinos e conversar com o elenco, o técnico Daniel Paulista foi oficialmente apresentado (ou reapresentado), durante entrevista coletiva. O treinador conversou com a imprensa no Ninho do Galo e falou sobre suas expectativas para o restante da temporada.

Daniel Paulista esteve ao lado do presidente Mário Marroquim, do vice-presidente Carlos Rubens e do diretor de futebol Thiago Paes. Antes de o técnico responder as perguntas, Thiago Paes comentou a contratação.

"Com muita satisfação a gente traz o retorno do Daniel Paulista. Sabemos das dificuldades que nos encontramos nesse momento, mas, a gente fez a escolha pelo Daniel. Houve uma interrupção no trabalho por questões superadas, o que aconteceu já ficou para trás e hoje volta com muito prestígio e confiança".

Em seguida, quem assumiu a fala foi o presidente Mário Marroquim, que reafirmou que antigos atritos foram superados: "Agradecer a volta do Daniel Paulista. O desentendimento que nós tivemos faz parte do passado, página virada e mostra a grandeza da nossa diretoria, de entender que o bem do CRB suplanta as divergências e mostra a grandeza do profissional".

Enfim, com a palavra, Daniel Paulista não escondeu a expectativa para a estreia e classificou os primeiros dias de trabalho como produtivos. O Galo só entra em campo no próximo dia 4, fora de casa, contra o Guarani.

"Semana muito produtiva, porque quando você chega a um clube, mesmo que uma semana seja pouco, às vezes nem isso a gente tem. No ano passado, quando cheguei, tivemos jogo contra o Londrina, um ou dois dias depois. Nós temos esta semana para resgatar a confiança dos atletas. Colocar nosso trabalho do jeito que a gente gosta, para que os atletas possam pegar nosso entendimento".

Daniel Paulista também comentou o fato de chegar ao Galo em uma situação muito semelhante a do ano passado. Inclusive, em 2022, o CRB também estava na zona do rebaixamento. Fora isso, voltará a trabalhar com alguns atletas.

"O conhecimento não só dos atletas, mas da estrutura. Conhecer funcionários, academia, alimentação. Foi um dos fatores que me fizeram retornar. Conhecer dez atletas é importante, porque, com certeza, vão passar informações da maneira que trabalhamos aos outros atletas e talvez isso facilite o entrosamento. A gente tem certeza que o que vai nos tirar deste momento de incomodo é o trabalho".

O treinador preferiu não comentar nomes para reforços, em um primeiro momento. Inclusive, fez questão de elogiar o leque de opções que tem no atual plantel.

"Com relação a contratações, eu acredito que no momento oportuno isso vai ser discutido. O momento agora é de chegada, avaliação do elenco, dar moral, confiança, porque eu acredito neste elenco. Acho que temos condições de desenvolver um bom trabalho dentro do clube".

Para Daniel, há uma grande diferença entre a Série B de 2022 e a de 2023, pelo fato de times mais ricos não estarem participando do torneio.

"Acho que muda a forma como o campeonato está sendo disputado. Ano passado, nós tínhamos uma diferença, que eram Grêmio, Cruzeiro e Vasco. Essas três equipes, pelo investimento que tinham, o campeonato tinha uma 'desigualdade' e isso influenciava no campeonato. Este ano, não tendo nenhuma dessas grandes camisas, o campeonato tende a ser mais equilibrado. O que fará a diferença é o trabalho".

O treinador foi contratado cerca de seis meses após ter sido demitido, em novembro de 2022. Durante esse hiato, o técnico não trabalhou em nenhum clube, enquanto o Galo foi comandado por Umberto Louzer.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p