Rei Charles III fez alterações no cortejo do caixão de Elizabeth II às pressas

O funeral de Rainha Elizabeth II ocorreu com uma série de protocolos definidos há quase 60 anos Veja as 8 fotos Os protocolos do cortejo fúnebre da Rainha Elizabeth II estavam preparados há quase 60 anos, mas poucas horas antes, o Rei Charles III ac

A morte de Rainha Elizabeth II, que faleceu de causas naturais aos 96 anos, foi seguida de uma série de protocolos que antecederam o funeral da monarca, sepultada ao lado do marido, o Príncipe Philip.

Todo o planejamento desta operação foi feito há quase 60 anos, no entanto, uma ação específica foi alterada de última hora a mando do Rei Charles III. As informações a seguir são do Daily Mail.

O site afirma que Charles alterou às pressas a organização do cortejo do caixão de Elizabeth II pelo Arco de Wellington. O Rei deveria caminhar atrás dos cavalos acompanhado dos irmãos, dos filhos e de outros integrantes da Família Real. O caixão viria na frente dos bichos. No entanto, ele inverteu a ordem e ordenou que os equinos ficassem atrás deles.

FUNERAL DE RAINHA ELIZABETH II: ENTENDA OS MOTIVOS DA MUDANÇA PROPOSTA POR REI CHARLES III

O principal motivo da mudança era garantir ao público uma melhor visão do novo Rei. "Charles sentiu que não seria visto adequadamente e que ou deveria estar a cavalo ou, se estivesse andando, os cavalos deveriam se mover mais para trás", revelou uma fonte ouvida pelo Daily Mail.

O outro motivo de Charles era evitar um episódio constrangedor. Ele temia que os membros da monarquia pisassem no esterco dos cavalos. "Havia a questão de que o novo rei teria que dar um passo para o lado para evitar o esterco de cavalo, o que obviamente não seria apropriado", disse a fonte.