Arthur Aguiar assume erro: "Me sinto totalmente envergonhado pela minha atitude"

Ator afirmou que depois da primeira traição entrou em um ciclo vicioso, mas que está muito arrependido

Arthur Aguiar abriu seu coração em entrevista exclusiva a Léo Dias, para falar sobre o assunto que viralizou na internet, sua separação conturbada com Mayra Cardi e as acusações de traição. O ator assumiu a culpa, confirmou que traiu a ex-mulher e diz estar totalmente arrependido e envergonhado por tudo que fez. Ainda na entrevista, Arthur disse que pretende reconquistar - como amiga - a ex-mulher, para que eles tenham um relacionamento saudável por causa da filha, Sofia.
"Meu sentimento é de que, não importa o que eu fale, não vai ser verdade, as pessoas não vão ver isso como uma verdade. E isso é uma coisa que me magoa muito, me deixa muito mexido. Porque, sim, eu errei muito. O que eu fiz não tem justificativa, não tem defesa, não tem o que falar. Está errado. Mas, a partir do momento em que você comete vários erros, tenho a sensação de que as pessoas já invalidam tudo", iniciou o ator.
Arthur revelou que teve um grande aprendizado com seu erro: "A maior lição, em primeiro lugar, é nunca mais me trair. Porque acho que, quando eu traio uma outra pessoa, eu já me traí. Qual foi meu propósito? Qual foi minha vontade de estar ali com aquela pessoa? Você está com alguém por algum motivo, porque você quer estar com alguém. Ninguém te obrigou a estar com aquela pessoa. A partir do momento em que eu traio outra pessoa, a primeira pessoa que eu traí fui eu. Então, acho que a primeira lição é não me trair. Depois, não trair o outro. Porque eu acho que, se eu não me trair, não vou trair o outro. Nunca mais fazer uma pessoa sofrer por minha causa. Acho que, de fato, ninguém merece ser traído. Inclusive, eu já gravei um vídeo para minha filha [para ela ver daqui uns anos]. Porque, querendo ou não, o que eu fiz mudou o curso da história dela. É só pra ela ver. Eu me senti nessa vontade. Nessa obrigação de fazer isso com ela".
Ele continuou e disse que após a primeira traição, isso se torna um ciclo vicioso e um hábito, mas está arrependido e envergonhado por isso. "Vira um hábito. E eu não quero, nunca mais, ter esse sentimento comigo. Nunca mais quero fazer isso com ninguém. Isso é bem decidido na minha vida. Se você me perguntar: "Cara, você está arrependido?". É até redundante: é óbvio que estou arrependido. Muito, muito arrependido. Mas existem outros sentimentos juntos com o arrependimento. Não é só eu estar arrependido. Eu me sinto totalmente envergonhado pela minha atitude, mas muito envergonhado. Eu não tinha noção do panorama inteiro. De tudo que tinha sido feito. Não contabilizei. Não fiquei botando isso numa balança pra ver".
Por fim, ele encerrou falando sobre como deseja ficar com a ex-mulher: "Uma coisa que é muito certa na minha cabeça: eu tenho muita vontade de reconquistar a Mayra, a mãe da minha filha. Porque hoje a gente não tem nenhum tipo de relação. E isso é o tipo de relação que eu não quero pra minha filha. Porque eu já tive isso dentro da minha vida. Eu tenho vontade sim, de reconquistar a Mayra como mãe da minha filha. Ter um relacionamento com ela de respeito, onde a gente realmente possa conversar. De admiração, em algum momento, que isso vai demorar muito pra acontecer. E de convívio. Minha filha não tem que conviver uma parte com a mãe, uma parte com o pai, como se eles fossem duas pessoas totalmente distantes. Tem que ter um momento ali dos dois juntos. Programas juntos".