Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > BRASIL

Babá é presa após agredir 3 crianças e colocar uma na geladeira

Babá afirmou que estava cansada e querida dormir, mas as crianças não deixaram e, por isso, ela as agrediu


				
					Babá é presa após agredir 3 crianças e colocar uma na geladeira
As vítimas são duas meninas de 7 e 9 anos e um menino de 4, que foi preso na geladeira. Foto: Getty Images

Uma babá de 50 anos foi presa, nessa segunda-feira (20/5), após vizinhos fazerem várias denúncias. Segundo eles, a mulher estava agredindo três crianças e chegou a manter o mais novo dentro da geladeira no Bairro Jardim Brasília, em Uberlândia (MG).

As vítimas são duas meninas de 7 e 9 anos e um menino de 4, que foi preso na geladeira.

Leia também

A Polícia Militar esteve no local, a mulher se negou a abrir a porta. Em seguida, um vizinho a derrubou para permitir a entrada dos oficiais. A suspeita foi encontrada sentada na cama.

Em depoimento, disse que estava cansada e queria dormir, e agrediu as crianças. Além disso, disse que estava sendo usada pelo diabo, que dizia coisas sem sentido para ela.

Irmã da babá estava na casa

A PMMG encontrou o menino de 4 anos que foi encontrado na geladeira e uma das crianças estava bastante assustada e chorava muito. Além disso, o irmão da suspeita, que tem necessidades especiais, também estava na casa.

Segundo os vizinhos, a mulher jogou uma menina de 7 anos no chão, puxou o cabelo e disse que iria matá-la. Logo depois, bateu nas outras duas crianças com um cinto, as ameaçando de morte.

As crianças foram levadas pelo Conselho Tutelar até a casa do homem representante legal delas. Ele disse que deixou as crianças com a mulher porque precisou visitar a esposa que está internada.

A mulher foi presa em flagrante e poderá responder pelos crimes de sequestro e cárcere privado. O Conselho Tutelar segue acompanhando o caso.

Leia a matéria completa em Metrópoles.com

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas