Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
HOME > blogs > EDIVALDO JÚNIOR
Imagem ilustrativa da imagem Maceió vive mais um dia de caos: JHC 'ignora' protestos e faz sorteio

BLOG DO
Edivaldo Júnior

Maceió vive mais um dia de caos: JHC 'ignora' protestos e faz sorteio


				
					Maceió vive mais um dia de caos: JHC 'ignora' protestos e faz sorteio
Manifestntes voltam a fechar entrada do porto de Maceió. Reprodução

				
					Maceió vive mais um dia de caos: JHC 'ignora' protestos e faz sorteio
Manifestntes voltam a fechar entrada do porto de Maceió. Reprodução

Na sexta-feira (12/04), um protesto de moradores do Vergel do Lago tornou o trânsito no bairro de Jaraguá e adjacências num verdadeiro caos. Depois de um dia inteiro, bloqueando a entrada do Porto de Maceió, os manifestantes foram para casa prometendo voltar nesta segunda-feira (15/04). E cumpriram a promessa.

Foi mais um dia de caos nas ruas de Maceió, com a concentração dos moradores mais uma vez na região do Porto. A manifestação foi feita para pressionar a prefeitura de Maceió a entregar as chaves do conjunto habitacional Parque da Lagoa que está pronto há mais de um ano. As chaves deveriam ter sido entregues há uma semana.

O prefeito João Henrique Caldas, o JHC (PL), deixou os manifestantes sem resposta. Ou quase. A prefeitura ignorou os protestos, mas em paralelo realizou o sorteio de mais 324 apartamentos no Parque da Lagoa. No ato, marcado no final de semana, após as manifestações, o prefeito contou com a presença do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP).

No final da tarde, outro protesto tomou conta das ruas de Maceió. Desta vez foram os moradores da Grota do Arroz, na Mangabeiras, que interromperam o trânsito na avenida Comendador Gustavo Paiva, uma das mais movimentadas de Maceió. Eles atearam fogo em pneus e bloquearam a passagem dos carros.

O protesto, de acordo com os cartazes, é em defesa da melhoria da infraestrutura no local. Eles cobram que o prefeito de Maceió, João Henrique Caldas, o JHC (PL), cumpra as promessas feitas para a comunidade.

Josefa de Melo

Não foi só este protesto que parou Maceió Na manhã desta segunda-feira (15), um grupo de manifestantes fechou uma das vias da Avenida Josefa de Melo, Cruz das Almas, parte baixa de Maceió. As informações são de que moradores da Travessa Capitão Correia, no bairro do São Jorge, reivindicam melhorias, pois após uma obra de um supermercado na região, as casas estariam ficando sempre inundadas quando chove. O trânsito ficou bastante lento na região.

Gustavo Paiva

No começo da noite desta segunda-feira (15/04), um grupo de moradores bloqueou parte da avenida Gustavo Paiva, logo após a antiga Unit, no sentido da praia. Aos gritos, eles denunciaram que “a situação da Grota do Arroz é de lama e poeira”.

Um dos manifestantes afirmou que “infelizmente só se resolve assim, no protesto. Poderia ser diferente, né prefeito?”. Outro manifestante desabafou: “e ninguém é porco para viver na lama o tempo todo”.

O protesto causou um grande engarrafamento e transtorno aos motoristas que voltavam para casa depois de um dia de trabalho. Nos cartazes, os manifestantes apresentaram protestos e reivindicações: “Precisamos de saneamento básico; Estamos cansados de promessas; Nós precisamos que as obras sejam realizadas na Grota do Arroz; Queremos calçamento na Grota do Arroz”.

Lagoa

Moradores do bairro Vergel do Lago fecharam a Avenida da Paz, no Jaraguá, na manhã desta segunda-feira (15), cobrando a entrega das chaves das residências do conjunto habitacional sorteadas pela Prefeitura de Maceió.

Os manifestantes interditaram a via na entrada do Porto de Maceió, causando um engarrafamento no local.

A líder comunitária Lilian, que coordenava a manifestação, conversou com o Jornal de Alagoas e disse que o prefeito JHC falou que haveria outro sorteio hoje, mas ressaltou que as chaves prometidas no primeiro sorteio ainda não foram entregues.

"Os dias 8 e 9 estavam previstos para a entrega das chaves, mas o sorteio do dia 10 foi cancelado. Tivemos uma reunião com a prefeitura, que disse que o sorteio acontecerá hoje, mas não deu data para a entrega das nossas chaves", disse Lilian.

"O que o povo quer é a chave de suas casas, pois o povo está sofrendo. Queremos apenas uma resposta do prefeito, que envie alguém responsável para conversar conosco e definir a data de entrega das chaves para desocuparmos a via imediatamente", concluiu.

A manifestante Sanara disse que o prefeito de Maceió está demorando muito para entregar as chaves aos moradores.

"Queremos nossa chave. Já se passaram quase dois meses desde o sorteio, e o prefeito JHC tem dinheiro para fazer shows no Jaraguá, no São João, mas diz que não tem recursos para nos dar a chave", disse Sanara.

"É nosso direito. Se ele está na prefeitura, é porque o colocamos lá. Somos seres humanos; se você tem amor ao próximo, dê o que é nosso por direito, deixe de enrolar o povo, porque o colocamos lá e também podemos retirá-lo da prefeitura", concluiu.


				
					Maceió vive mais um dia de caos: JHC 'ignora' protestos e faz sorteio
Protesto parouo trânsito na Avenida Gustavo Paiva. Reprodução

Irresponsabilidade

O vereador Joãozinho Gabriel (MDB) criticou a falta de resposta da prefeitura e, principalmente, a demora na entrega dos imóveis. “É muita irresponsabilidade, já houve atrasos demais, isso para um em

preendimento que está pronto muitos e muitos meses. Não entendemos por que não são entregues. Estão esperando chegar a campanha para entregar, esperando chegar mais próximo da eleição ou estão com algum problema na Caixa. Se não for isso, não vejo outro motivo”, aponta.

Segundo Joãozinho, a prefeitura mudou até o nome do conjunto, de "De Frente para a Lagoa" para "Parque da Lagoa", para tentar se apropriar da iniciativa da obra que foi viabilizada na gestão anterior.

Em nota enviada à imprensa, a prefeitura informou que está trabalhando junto à Caixa Econômica Federal para acelerar os trâmites burocráticos e conseguir realizar a entrega do residencial.