Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
HOME > blogs > ARIVALDO MAIA
Imagem ilustrativa da imagem Nova Iguaçu soma 72% dos pontos e tenta repetir feitos de Volta Redonda e Madureira

BLOG DO
Arivaldo Maia

Nova Iguaçu soma 72% dos pontos e tenta repetir feitos de Volta Redonda e Madureira

Nos últimos 20 anos, apenas duas vezes um dos chamados pequenos chegou à final do Estadual.

Desde que a Federação mudou a fórmula de disputa do Carioca em 2021, passando de onze jogos divididos em dois turnos, com semifinais e finais para cada turno, para fase única, com onze confrontos antes da disputa final, os quatro grandes passaram a ter mais dificuldades para chegar às semifinais. O Botafogo ficou fora da festa nas edições de 2021, 2023 e 2024. O Vasco não participou das finais em 2021.

A classificação do Nova Iguaçu para as semifinais, portanto, não chega a ser novidade. Volta Redonda e Portuguesa chegaram em 2021. O time da Cidade do Aço repetiu a dose em 2023. E agora o "Laranja da Baixada" tirou os alvinegros das finais com 72% de aproveitamento, com sete vitórias em onze rodadas. Nos últimos vinte anos de competição, em apenas duas vezes um "pequeno" chegou à final: o Volta Redonda, que decidiu o título com o Fluminense em 2005.

E o Madureira, que mediu forças com o Botafogo em 2006. Até então, após os cinco primeiros jogos os times que não se classificavam às finais da Taça GB, paravam por uma semana e aproveitavam para ajustes visando à Taça Rio e à reta final do Estadual. Agora, a disputa em turno único favorece os clubes de menor porte, que se preparam por mais tempo a partir do último trimestre do ano anterior. Resta ver quando é que um deles conseguirá chegar à final...

Arivaldo Maia comGilmar Ferreira - Redação do EXTRA - Rio de Janeiro

Tags