Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

Suposto dono do cavalo Caramelo aparece, mas não consegue levar animal

O desejo de Sérgio Padilha é vender o cavalo Caramelo em um leilão beneficente para ajudar a vila que vive


				
					Suposto dono do cavalo Caramelo aparece, mas não consegue levar animal
Ele confirmou não ter um documento mencionando ser o dono de Caramelo. Reprodução/RBS

Sérgio Padilha afirmou durante uma entrevista para a Rádio Gaúcha que é o dono do cavalo Caramelo, animal que ficou quatro dias em um telhado em Canoas, durante a enchente no Rio Grande do Sul.

O suposto dono do animal diz ter passado informações específicas sobre o animal quando esteve no Hospital Veterinário da Ulbra e tirou fotos com o Caramelo. Entretanto, não foi possível ter a liberação de Caramelo.

Leia também

Já que a devolução dos animais acolhidos e tratados no Hospital Veterinário da Ulbra depende de comprovação de propriedade do equino.

Ele confirmou não ter um documento mencionando ser o dono de Caramelo, mas vai providenciar junto com o antigo dono, recibo e testemunhas para obter a liberação.

O homem vive da compra e venda de animais e disse estar com o Caramelo há cerca de seis meses. “Comprei ele e acabou ficando para as crianças montarem, porque é bem manso. Nem daria para vender, pois tentei por R$ 2 mil e ninguém quis”, relata.

Vender cavalo para ajudar vila

O desejo de Padilha é vender o Caramelo em um leilão beneficente para ajudar a vila que vive, em Mathias Velho, além de recuperar parte do prejuízo que teve com as enchentes.

Padilha conta que quando deixou a chácara onde estavam os animais, colocou o equino no mais alto possível. Mas, o movimento das pessoas saindo de suas casas pode ter assustado o animal que acabou no telhado. Devido a falta de comunicação, teria demorado para saber notícias do que aconteceu com o animal.

“Estávamos em um local sem sinal, sem televisão e quando conseguimos sinal, um amigo contou o que teria acontecido com ele. Ficamos agoniados acompanhando, depois que conseguimos uma TV”, disse Padilha.

O Hospital Veterinário da Ulbra, por meio de nota, atualizou o estado de saúde do Caramelo que segue internado.

“Desde que chegou ao Hospital Veterinário da Ulbra, Caramelo já ganhou, pelo menos, 30 quilos. A estimativa inicial era de que o animal estava 50 quilos a abaixo do peso. Caramelo segue sendo acompanhado pela equipe do Hospital Veterinário da Ulbra, seguindo uma dieta composta por ração e feno, além da pastagem. Nesta terça-feira (11), Caramelo passou por uma revisão odontológica. O procedimento é considerado de rotina e é essencial para identificar como os cuidados com o animal devem seguir, além de servir para encontrar eventuais problemas que atrapalhem, por exemplo, a digestão.”

Veja a matéria completa em: Metrópoles

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas

X